quarta-feira, 26 de outubro de 2016

A SUPREMA PERSONALIDADE DE DEUS










"Eu recorro ao Templo mais antigo do conhecimento humano a Literatura Védica que deu origem ao Budismo ao Cristianismo e a todas as religiões e foi escrita a talvez 10 20 ou 30 mil anos e Deus disse desta forma "ninguém deve usurpar a propriedade alheia. Temos a tendência de inventar muitas coisas. Especialmente hoje em dia, estamos construindo arranha-céus e desenvolvendo outras condições materiais vantajosas. Entretanto cumpre sabermos que os ingredientes dos arranha-céus e máquinas só podem ser fabricados pela Suprema Personalidade de Deus. O Mundo inteiro limita-se a uma combinação dos cinco elementos materiais (tejo-vâri-mrdãm yathã vinimayah). Um arranha-céu é uma transformação dos elementos terra, água e fogo. Embora possa fabricar tijolos, o homem não pode fabricar os ingredientes de que eles são construídos. A Suprema personalidade de Deus criou a água, a terra, o ar, o fogo e o céu, e todos podem utiliza-los. Entretanto, ninguém pode arrogar-se o direito a propriedade. Este é o comunismo perfeito. O senhor Manu disse: O ser vivo supremo criou este mundo material animado, e, ninguém deve concluir que Ele tenha sido criado por este mundo material.


Na civilização moderna, pensa-se que com uma boa casa e um bom carro, a vida é perfeita. Nos países ocidentais, especialmente nos Estados Unidos, vem bem a calhar possuir um bom carro, porém, logo que a pessoa esta na estrada, surge o perigo porque, a qualquer momento, pode ocorrer um acidente e ela acaba morrendo. As estatísticas realmente mostram que muitas pessoas morrem nesses acidentes. Portanto pensarmos que de fato este mundo material é um lugar feliz, isto se deve apenas a nossa ignorância. O verdadeiro conhecimento é sabermos que este mundo material está cheio de perigos. Talvez lutemos pela existência tanto quanto nossa existência permita, e talvez tentemos cuidar de nós mesmos, porém, a menos que Deus, a Suprema Personalidade de Deus, em última analise nos salve do perigo, as nossas tentativas são inúteis. Portanto, Prahlada Maharaja diz:

Podemos inventar muitas maneiras de sermos felizes ou de anularmos os perigos deste mundo material, porém, se nossas tentativas não forem sancionadas pela Suprema Personalidade de Deus, elas nunca nos trarão felicidade. Aqueles que tentam ser felizes sem se refugiarem na Suprema Personalidade de Deus são mudhas, patifes. Aqueles que são os mais baixos dos homens recusam-se a adotar a consciência de Deus, porque pensam que são capazes de proteger-se sem recorrer a ajuda de Deus. Este é o erro deles.


Pessoas inteligentes compreendem que existe uma grande e suprema autoridade que está acima de tudo. Esta grande autoridade aparece em diferentes encarnações para que os inocentes possam salvar-se das perturbações. Como confirma o Bhagavad-gita (4.8): o Senhor aparece em Suas várias encarnações com dois propósitos - aniquilar o druskrti, o pecaminoso, e proteger seu Devoto.          

BIBLIOGRAFIA: 
Título Original 

Srimad Bhagavatam, Eigth Canto

"Withdrawal of the Cosmic Creations"

The Baktivedanta Book Trust 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI