quarta-feira, 20 de julho de 2016

O PRESIDENTE GOLPISTA MICHEL TEMER É REJEITADO EM 24 ESTADOS DO BRASIL

O PRESIDENTE GOLPISTA DO BRASIL REJEITADO POR MAIS DE 85% DA POPULAÇÃO 


Eu fiquei espantado com a notícia do DATAFOLHA dizendo que o repugnante Presidente golpista do Brasil tem 50% de aprovação o que é além de uma GRANDE MENTIRA e soa como uma piada porque este infeliz é rejeitado nos 24 Estados da Federação e não tem 50% nem em seu bairro em São Paulo e não pode aparecer para discursar em público em nenhum local deste país porque ele inevitavelmente será vaiado constantemente porque ele não tem nenhum apoio popular e o único apoio que ele tem são dos outros golpistas incluindo empresários corruptos, sonegadores, políticos investigados e muitos deles são réus no STF esta é a verdade e os 50% deve ter sido muito bem pago para ser divulgado e tentar enganar algum idiota fora do Brasil porque aqui ninguém acreditou nisto porque é uma GRANDE MENTIRA e ele não tem nem 10% de aprovação e 85% da população do Brasil quer que ele saia imediatamente do Governo.            

Por Glenn Greenwald e Erick Dau, do The Intercept - UM DOS MISTÉRIOS mais obscuros da crise política que atingiu o país nos últimos meses (conforme relatado inúmeras vezes pela Intercept ) tem sido a ausência completa de pesquisas de opinião nos grandes meios de comunicação e órgãos de pesquisa do país. Há mais de três meses, no dia 17 de abril, a Câmara dos Deputados votou em favor de enviar ao Senado Federal o pedido de impeachment da presidente democraticamente eleita, Dilma Rousseff, resultando na investidura temporária de seu vice-presidente, Michel Temer, como “presidente interino”.


Desde a posse de Temer, o Datafolha – instituto de pesquisa utilizado pelo maior jornal do país, Folha de São Paulo  – não havia publicado pesquisas de opinião sobre o impeachment da presidente, nem sobre o impeachment de Temer, e nem mesmo sobre a realização de novas eleições para presidente. A última pesquisa do instituto antes da votação do impeachment foi realizada em 9 de abril e apontava que 60% da população apoiava o impeachment de Dilma, enquanto 58% era favorável ao impeachment de Temer. Além disso, a sondagem indicou que 60% dos entrevistados desejavam a renúncia de Temer após o impeachment de Dilma, e 79% defendiam novas eleições após a saída de ambos.

THE INTERCEPT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI