quinta-feira, 26 de novembro de 2015

SENADOR PRESO PELA PF FOI MINISTRO DE ITAMAR FRANCO E DIRETOR DA PETROBRAS NO GOVERNO DE FERNANDO HENRIQUE CARDOSO (UM TUCANO DISFARÇADO DE PETISTA)





Senador José Serra (PSDB-SP) estaria preocupado com a divulgação do nome de Gregório Marin Preciado, casado com sua prima, nas irregularidades na Petrobras; a partir do minuto 58 da conversa, Delcídio que o doleiro Fernando Baiano estava à frente da operação de negócios da Petrobras na África, mas quem organizava tudo era Preciado; e que, quando o nome de Preciado apareceu, segundo Delcídio, ele foi procurado por Serra, que "me convidou para almoçar outro dia, e ele rodeando no almoço, rodeando"






Durante o governo de Itamar Franco (1992-1994), foi secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, ministro da pasta e presidente do Conselho de Administração da Vale do Rio Doce. 

No governo de Fernando Henrique Cardoso, foi diretor de Gás e Energia da Petrobras entre 2000 e 2001, quando trabalhou com Nestor Cerveró e Paulo Roberto Costa, dois dos delatores da Operação Lava Jato.

Em 2001, ocorreu a aproximação com o PT. Delcídio foi secretário estadual de Infra-estrutura e Habitação do governo de Zeca do PT no Mato Grosso do Sul e, em 2002, elegeu-se senador, já no Partido dos Trabalhadores. 

Votou pelo arquivamento das ações contra o ex-presidente do Senado José Sarney. Ele tem ótimas referências e amigos de primeira qualidade como Sarney, Itamar Franco é por isto que muitos petistas não o aceitavam e digo mais como eu já disse aqui antes em outras oportunidades que esta máfia infiltrada na Petrobras esta roubando os lucros das nossas riquezas minerais desde os tempos anteriores a ditadura militar e tem ainda o banqueiro que foi preso também pela Policia Federal que era capa de todas as Revistas patrocinadas pelos Neo Liberais e amigo pessoal de Aécio Neves... tudo que vocês precisavam saber esta aqui exposto e já que o STF mandou prender um Senador pela primeira vez depois da Constituição de 1988 agora podem também mandar prender o Presidente da Câmara dos Deputados porque tem provas suficientes para isto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI