sexta-feira, 23 de outubro de 2015

ESCLARECENDO AOS MEUS LEITORES QUE NÃO SOU EVANGÉLICO E NÃO SOU DE NENHUMA RELIGIÃO OU SOCIEDADE SECRETA GRAÇAS A DEUS (PORTO ALEGRE 24/10/2015)I


Eu mesmo Rodrigo Veronezi Garcia em carne osso espirito e indignação com a injustiça tenho 42 anos e nasci em Porto Alegre no dia 16/08/1973 


Eu não sou Evangélico... Eu não sou de nenhuma religião e não sou membro de nenhuma Sociedade Secreta e muito menos recebo dinheiro de algum partido Político... meu nome sempre foi e,é Rodrigo Veronezi Garcia tenho 42 anos e sou natural de Porto Alegre como  esta descrito no meu perfil e agora espero ajuda das autoridades competentes para que sejam respeitadas as nossas Leis e a Nossa Constituição porque todo o conteúdo que esta exposto aqui no meu blog pessoal esta de acordo com o regulamento do Google e de acordo com as Leis Brasileiras e Internacionais e nunca houve nenhuma violação do regulamento do Google e muito menos das leis do meu País e a única coisa ilegal que existe é passarem trotes e denúncias falsas ou subornarem alguém para bloquear o acesso dos leitores ao meu Blog e, é preciso lembrar também que tenho a minha ficha Limpa e nunca tive nenhuma passagem pela Policia e nunca fui processado em toda a minha vida e aguardo por justiça.


DUAS MENSAGENS PARA QUE TODOS ME COMPREENDAM SE PODEREM COMPREENDER  

A maçonaria é a gnose e os falsos gnósticos fizeram condenar os verdadeiros. O que os obriga a esconder-se, não é o temor da luz, a luz é o que eles querem o que eles procuram, o que eles adoram. Mas eles temem os profanadores, isto é, os falsos intérpretes, os caluniadores, os céticos de sorriso estúpido, os inimigos de toda crença e de toda moralidade. Em nosso tempo aliás um grande numero de homens que se julgam francos-maçons, ignoram o sentido que seus ritos e perderam a chave de seus mistérios.



Eles não compreendem mesmo mais seus quadros simbólicos, e não entendem mais nada dos sinais hieroglifos com que são pintados os tapetes de suas lojas. Estes quadros e estes sinais são páginas do livro da ciência absoluta e universal. Podem ser lidas com o auxílio das chaves cabalísticas e não têm nada de oculto para o iniciado que possui as clavículas de Salomão. A maçonaria foi não somente profanada mas serviu mesmo de véu e de pretexto às cabalas da anarquia, pela influência oculta dos vingadores de Jaques de Molay, e dos continuadores da obra cismática do templo. Em lugar de vingar a morte de Hiram, vingaram-se seus assassinos. Os anarquistas retomaram a régua, o esquadro e a malheta e em cima escreveram liberdade, igualdade e fraternidade. Isto é, liberdade para as cobiças, igualdade na baixeza e fraternidade para destruir.


Os mais vis criminosos tornam-se muitas vezes recebedores de atenções, como se houvessem alcançado invejável distinção. Dá –se grande publicidade a seus crimes. A imprensa publica as minúcias revoltantes do vício, iniciando desta maneira outros a pratica da fraude, roubo e assassínio, os tribunais de justiça estão corrompidos; governantes são movidos pelo desejo de ganho e amor aos prazeres sensuais. A intemperança obscureceu a muitos, de modo que o espírito maligno exerce sobre eles quase completo domínio. Os juristas se acham pervertidos, subordinados seduzidos. Embriagues e orgia, desonestidade de toda a sorte, estão representadas entre os que administram as leis. Tal como em épocas passadas, ele o espírito maligno esta operando através muitas Igrejas Evangélicas a fim de favorecer seus desígnios. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI