domingo, 1 de março de 2015

O MUNDO ESTA SOB AMEAÇA FUNDAMENTALISTA SEJA ELA ISLÂMICA, JUDAICO CRISTÂ OU EVANGÉLICA NO CASO DO BRASIL




Porque, quer queiramos, que não queiramos, todo homem é um filósofo, como todo homem é um teólogo. Porquê? Simplesmente, mais cedo ou mais tarde todo ser humano, racional, acaba se perguntando:


QUEM SOU? DONDE VIM? PARA ONDE VOU?


E quer, evidentemente, respostas claras a estas três perguntas fundamentais. E tal esta necessidade que, se não atender a este reclamo de sua natureza profunda, acaba em desconcerto mental. Poderia agora, entrar psicanálize e psiquiatria a dentro, mas basta, por ora, uma citação, a que fiz em aula e registro também aqui: é de um discípulo de Freud, embora nem sempre concorde com o Mestre, Dr C.G.Jung, grande psiquiatra: 

“Durante os últimos trinta anos, pessoas de todos os paises civilizados têm vindo consultar-me. Tenho tratado muitos milhares de pacientes... Entre todos os meus pacientes na segunda metade da vida, isto é, com mais de trinta e cinco anos, nem um só tem havido cujo problema como ultimo recurso não fosse o de encontrar uma perspectiva religiosa da vida. Pode-se afirmar com segurança, que cada um deles caiu doente porque havia perdido aquilo que as religiões vivas de todos os tempos têm dado a seus seguidores, e nenhum deles ficou curado senão quando recuperou a sua fé religiosa”. (C.f. “Modern Man in Search of a Soul” pg. 264, cit, por Fulton J. Sheen, em “Pace of Soul”, trad. Por de Oscar Mendes sob o tit. “Angustia e Paz”, Ed. Agir, 1950, 281 pgs. Pg 55) 

Discutimos, um pouco, a conveniência ou não de tratar do assunto em Loja. Infringiria o art. 6 de Anderson?

Seja como for, não poucos têm levado à sua privada o espírito desta proibição, o que é um grave erro, que conduz à estagnação, como já vimos. Porque como já disse, contaria nossas aspirações mais profundas, já que todo homem é um animal religioso, como é um animal filosófico. Ele tem necessidade de Deus: entreter-se com Deus, como conclui uma das ciências positivas mais novas, a FENOMENOLOGIA RELIGIOSA, é uma atividade conatural ao homem Afirma ela que não há RELIGIÃO sem experiência religiosa, isto é, sem que o homem tenha experimentado, pessoalmente, com maior ou menor intensidade, a realidade de um poder superior ou de forças superiores que fundam e mantêm a existência do mundo e do próprio homem”.

E conclui: 

“Quando, pois, cientistas e filósofos afirmam, que a experiência religiosa é uma”ilusão”, deve-se pensar que algo não corre bem com eles: o estão de tal forma intoxicados pelo seu cientismo e racionalismo, que já não conseguem perceber “as coisas do espírito”, ou sofrem de algum “complexo anti-religioso”, que lhes bloqueia a capacidade de perceber o que há de profundo e grandioso na experiência religiosa”.



Olhemos o Velho Testamento, examinamos o seu conteúdo esotérico, e veremos que ele não tem um conteúdo exclusivamente religioso. A religião acha-se vinculada a um perene sentimento interior do homem, sentimento que expressa o elo deste com um certo principio espiritual. ‘ o rasgo fundamental e decisivo da religião é a crença no sobrenatural’ não no explicável, na vida extra-corpórea ou extra terrena.


O tema principal do Velho Testamento são as leis normas ou códigos que estão formulados no sentido de orientar o relacionamento entre os indivíduos objetivando uma convivência pacifica.


As religiões em geral, e as oficiais em particular, longe de conduzirem os homens a paz e harmonia, têm produzido efeitos exatamente opostos aos desejados pelos avatares, sobre cujos ensinamentos pretensamente tem se baseado. Regimes políticos têm se instituído também proclamando-se inspirados nos ensinamentos de Cristo e a humanidade permanece separada, dividida num impasse aparentemente impossível de solucionar

.
Disse Jesus ‘conheceras a verdade e a verdade o libertará’ Pergunto: o que estás fazendo tu para conhecer a verdade? É preciso lembrar que Cristo nunca mandou fazerem edificações e fundarem religiões usando o seu nome. 

Na verdade  o que temos, pois, no Velho Testamento? Um legado religioso ou um código de ética com aspectos de psicologia aplicada contido na narrativa do comportamento dos diferentes personagens, em diferentes épocas abrangidas pelas narrativas reunidas nas várias dezenas de livros que compõe o Velho Testamento.

Se nos examinarmos os Evangelhos novamente veremos que não existe neles qualquer coisa que sirva de base ou apoio ao estabelecimento ou fundação de uma Religião. de fato Cristo afirmou " Eu não vim para reformar a Lei ( a do velho testamento) e sim cumpri-la" A sua missão era, pois tornar masi claros os ensinamentos anteriores, torna-los mais adequados aos dias atuais, atribuir-lhes a importância que o tempo havia desgastado. Ele Cristo não fundou nenhum grupo religioso, não construiu nenhum edifício para reuniões. Durante o seu ministério sempre foi direto pesquisando mais sobre humanidade, desde tempos imemoriais ela sempre conheceu alguns Mitos dentre eles o Mito Solar quando o logos se manifesta no mundo fenomenal e encarna num homem chamado AVATAR, cada vez em que as grandes transformações cósmicas, chamadas “Eras” , que afetam desde o movimento dos sois até a conduta dos homens, fazem necessária a presença de um “instrutor” ou “transformador” que oriente o caminho ou a senda dos homens, uma condição essencial do Mito Solar é que a de que o AVATAR seja concebido por uma virgem. Jesus foi concebido por uma virgem porém este fato, como já sabemos não passa da repetição do acontecido com Krishna, muito tempo antes concebido pela virgem Devaki, igualmente HORUS nasce da virgem  pela vontade do Deus Toth, Osíris nasce da virgem Neith, são todos nascidos de virgens Zoroastro, Quetzacoatl, Apolônio e outros, o que significa esta condição? Casos de concepção assexual ?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI