Google+ Badge

sexta-feira, 9 de maio de 2014

ALGUÉM QUE SE DIZ GRAU 33 DA MAÇONARIA INVADIU A MINHA PÁGINA

Eu não tenho nenhum vínculo com nenhuma Loja e não tenho compromisso com sua leis e o que estão fazendo é ilegal e contra a Constituição do Brasil e aviso aqui que isto não vai dar certo e não vai  acabar bem para vocês, eu não tenho medo e muito menos nenhum receio em denunciar quem quer que seja, Bispo, Político, Papa e maçon bandido de Loja Irregular, e aviso aqui que sei muito bem que a maçonaria não tem culpa de ter alguns patifes mamando em seus seios e são estes patifes que estão violando as leis maçônicas e as leis do Brasil e prejudicando o meu trabalho de forma ilegal e criminosa usando seu trafico de influências e ameaçando pessoas e oferecendo promoções para quem ajuda-los, aqui neste blog não tem conversa e aviso que sempre na INVESTIGAÇÃO CONSTANTE DA VERDADE.


A maçonaria é a gnose e os falsos gnósticos fizeram condenar os verdadeiros. O que os obriga a esconder-se, não é o temor da luz, a luz é o que eles querem o que eles procuram, o que eles adoram. Mas eles temem os profanadores, isto é, os falsos intérpretes, os caluniadores, os céticos de sorriso estúpido, os inimigos de toda crença e de toda moralidade. Em nosso tempo aliás um grande numero de homens que se julgam francos-maçons, ignoram o sentido que seus ritos e perderam a chave de seus mistérios. 


Eles não compreendem mesmo mais seus quadros simbólicos, e não entendem mais nada dos sinais hieroglifos com que são pintados os tapetes de suas lojas. Estes quadros e estes sinais são páginas do livro da ciência absoluta e universal. Podem ser lidas com o auxílio das chaves cabalísticas e não têm nada de oculto para o iniciado que possui as clavículas de Salomão. A maçonaria foi não somente profanada mas serviu mesmo de véu e de pretexto às cabalas da anarquia, pela influência oculta dos vingadores de Jaques de Molay, e dos continuadores da obra cismática do templo. Em lugar de vingar a morte de Hiram, vingaram-se seus assassinos. Os anarquistas retomaram a régua, o esquadro e a malheta e em cima escreveram liberdade, igualdade e fraternidade. Isto é, liberdade para as cobiças, igualdade na baixeza e fraternidade para destruir.



O templo é a realização e a figura do reino hierárquico da verdade e da razão sobre a terra. Hiram é o homem que chegou ao domínio pela ciência e pela sabedoria. Ele governa pela justiça e pela ordem, dando a cada um segundo suas obras. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI