Google+ Badge

sábado, 15 de março de 2008

A SOCIEDADE TEOSÓFICA




Helena Petrovna Blavatsky (Ekaterinoslav, 12 de agosto de 1831 — Londres, 8 de maio de 1891) foi a responsável pela sistematização da moderna Teosofia, e foi uma das fundadoras da Sociedade Teosófica. Os seus mais importantes livros são Ísis Sem Véu e A Doutrina Secreta, escritos em 1875 e 1888, respectivamente.

Seu nome de batismo era Helena von Hahn e em russo Елена Петровна Блаватская. Blavatsky nasceu na cidade de Ekaterinoslav, situada às margens do rio Dnieper, no sul da Rússia (atualmente território da Ucrânia).

O sobrenome Blavatsky deve-se a um curto casamento com um homem bem mais velho, chamado Nikifor Vassilievitch Blavatsky, aos dezessete anos de idade. A rigor, a grafia correta e coerente com a forma feminina russa do sobrenome seria Blavatskaia. Já Petrovna é um patronímico, ou seja, identifica o pai. Deste modo, Petrovna significa "filha de Petr (Pedro)".
Blavatsky era filha do Coronel Feter von Hahn e Helena de Fadeyev, uma conhecida escritora de romances. Pela parte materna, era neta da princesa Helena Dolgorukov, botânica e escritora. Depois do precoce falecimento de sua mãe em 1842, Helena cresceu sob cuidados de seus avós em Saratov, onde seu avô era governador. Helena era uma talentosa pianista e, segundo várias testemunhas, era dotada de poderes psíquicos ou sobrenaturais. Desde nova mostrou-se interessada no esoterismo, lendo várias obras da biblioteca pessoal do seu bisavô que tinha sido iniciado na Maçonaria no final do século XVIII.

Aos dezessete anos, Helena casou-se com Nikifor Vassilievitch Blavatsky, vice-governador da província de Erevan na Arménia. Ele era muito mais velho do que ela, e o casamento nunca se consumou de fato. Helena aceitou casar-se com a esperança de adquirir independência. Afastou-se do marido quando ainda estava a decorrer a lua-de-mel e iniciou uma série de viagens que incluiram a Turquia, Egito e Grécia. Em algumas dessas viagens, ela foi acompanhada por Albert Rawson, um explorador natural dos Estados Unidos, também interessado no esoterismo e que era membro de lojas maçónicas.

Segundo conta-se, em seu aniversário de vinte anos, em 1851, Helena estava com seu pai em Londres, quando pela primeira vez encontrou-se com seu Mestre, que ela conhecia de visões e sonhos desde sua infância. Este Mestre seria um iniciado oriental de Rajput, o Mahatma M. (ou Mestre Morya), como é conhecido entre os teósofos.

No mesmo ano, Blavatsky embarcou para o Canadá, e depois viajou por várias partes dos EUA, México, América do Sul, e Índia. Sua primeira tentativa em entrar no Tibete falhou, retornando então a Inglaterra, passando por Java.


Fotografia com a assinatura de Helena Blavatsky.Em 1855, retornou à Índia e foi bem sucedida em sua tentativa de entrar no Tibete através de Caxemira e Ladakh. No Tibete, passou por um período de treinamento sob a influência de seu Mestre. Em 1858, foi para a França e para a Alemanha, e retornou à Rússia no mesmo ano, passando um curto período com sua irmã Vera em Pskov. De 1860 até 1865, viveu e viajou no Cáucaso, passando por experiências e crises de natureza psíquicas. O que lhe possibilitou, segundo ela própria, adquirir total controle sobre seus poderes psíquicos. Partiu da Rússia novamente em 1865, e viajou extensivamente nas Balcãs, Grécia, Egito, Síria e Itália, entre outros lugares.

Em 1868, retornou à Índia, via Tibete. Nesta viagem, Blavatsky, segundo conta-se, conheceu o Mestre K.H. (ou Mestre Koot Hoomi) e hospedou-se em sua residência. No final de 1870, retornou a Chipre e à Grécia. Embarcou, depois, para o Egito, do porto de Perea na Grécia. O navio por onde viajava, a caminho do Egito, naufragou próximo à ilha de Spetsai em 4 de Julho de 1871. Salva, foi para o Cairo e fundou a Societe Spirite, onde pretendia inicialmente incentivar os fenômenos espíritas e mediúnicos codificados por Allan Kardec para aos poucos introduzir os ensinamentos do ocultismo e demonstrar a natureza mayávica (ou seja, ilusória, em uma perspectiva teosófica) de tais práticas. Em cartas para seus familiares, Blavatsky fica desolada com os participantes do grupo. Alguns fingiam serem médiuns, enquanto outros eram alcoólatras contumazes e assim por diante. O Grupo não durou muito tempo e não alcançou os objetivos iniciais.

Depois de viagens através do Oriente Médio, retornou por um curto período de tempo a Odessa, na Rússia, em Julho de 1872. Segundo Helena, na primavera de 1873, o seu Mestre deu-lhe instruções para seguir para Paris e, depois, para Nova York.
Em Outubro de 1874 Blavatsky conheceu o Coronel Henry Steel Olcott, bem como William Quan Judge, um jovem advogado irlandês em Nova Iorque. A fundação da Sociedade Teosófica se deu em 7 de setembro de 1875, com a participação de dezesseis teósofos: Helena Blavatsky, Cel. Henry Steel Olcott, William Quan Judge, Charles Sotheram, Dr. Charles E. Simmons, W.L. Alden, G.H. Felt, J. Hyslop, D.E. de Lara. C.C. Massey, E.D. Monachesi, Henry J. Newton, H.M. Stevens, Jonh Storer Cobb, Dr. Britten e sua esposa, e seus nomes constam nas minutas elaboradas pelo então secretário William Quan Judge.

Em setembro de 1875, Blavatsky publicou sua primeira grande obra, Ísis Sem Véu, uma obra que menciona a história, o desenvolvimento das ciências ocultas, a natureza e origem da magia, as raízes do cristianismo, e, segundo a perspectiva da autora, os erros da teologia cristã e as falácias estabelecidas pela ciência ortodoxa. Neste mesmo ano, H.P. Blavatsky foi naturalizada cidadã estadunidense. Em 1878, Blavatsky e Henry Olcott transferiram a Sede da Sociedade Teosófica para a Adyar, Índia [1]. Conheceram nessa altura Alfred Percy Sinnett, o editor do jornal oficial do governo da Índia, The Pioneer de Allahabad. Este contato foi extremamente importante para Blavatsky e para a Sociedade Teosófica.

Em outubro de 1879, foi iniciada a publicação da primeira revista teosófica, The Theosophist (ainda publicada), e Blavatsky era a editora responsável. A Sociedade Teosófica rapidamente cresceu, tendo a ela associadas pessoas de grande importância.

Em 1880 Blavatsky e Olcott passaram algum tempo no Ceilão (atual Sri Lanka), o que estreitou ainda mais o apreço deles para o sistema ético do budismo esotérico mahayana. Em setembro desse ano, H.P.B. e o Coronel Olcott visitaram A.P. Sinnett e sua esposa em Simla na Índia. O sério interesse de Sinnett nos ensinamentos e trabalho da Sociedade Teosófica fez com que Blavatsky estabelecesse correspondência entre Sinnett e os Mahatma K.H. e M. Como fruto desta correspondência, Sinnet escreveu O Mundo Oculto (1881) e o Budismo Esotérico (1883). Ambos os livros exerceram grande influência e fizeram com que o interesse pela teosofia e pela Sociedade Teosófica aumentasse. As respostas e explanações enviadas pelos Mahatmas a Sinnett estão contidas em uma correspondência que durou de 1880 até 1885 e foram publicadas em 1923 como as Cartas dos Mahatmas para A.P. Sinnett. As cartas originais dos Mahatmas estão preservadas no Museu Britânico em Londres. Elas podem ser vistas com uma permissão especial do departamento de manuscritos raros do Museu Britânico.

Em Maio de 1882, Blavatsky e Olcott adquiriram uma grande área em Madras, na Índia, no bairro de Adyar, estabelecendo oficialmente lá a Sede Internacional da Sociedade Teosófica.


[editar] Ataques pessoais contra Blavatsky

Helena Blavatsky e Henry Olcott em 1888, os principais fundadores da Sociedade Teosófica.Um forte ataque contra Blavatsky, feito por Alexis e Emma Coulomb (dois membros do grupo de trabalho de Adyar), teve rapidamente efeitos na vida e obra de Blavatsky. Ela retornou para Adyar em 21 de dezembro de 1884 para informar-se melhor sobre a situação. Ela desejava processar o casal, que havia sido banido de Adyar por tentar acusar Blavatsky de fraude. Mas o comitê líder da S.T. não aceitou que Blavatsky processasse o casal. Muito desapontada, renunciou ao cargo de secretária correspondente de Adyar. Em Março de 1885, partiu para a Europa para nunca mais retornar à Índia.

O ataque de Coulomb, como foi depois comprovado, não tinha bases sólidas. Foi fundamentado em cartas falsificadas, supostamente escritas por Blavatsky, com instruções para organização de fraudulentos fenômenos psíquicos. Uma revista de missionários cristãos em Madras publicou a maioria das cartas.

A Sociedade para a Pesquisa Psíquica em Londres (London Society for Psychical Research) criou um comitê especial para investigar Madame Blavatsky. Em dezembro de 1884, Richard Hodgson, um membro do comitê da S.P.P. chegou à Índia para investigar e preparar um relatório sobre as alegações dos Coulomb. Baseado no relatório Hodgson, o comitê da S.P.P., em um relatório final em 1885, acusou Madame Blavatsky como "uma das maiores impostoras da história”. Hodgson também acusou Madame Blavatsky de ser uma espiã russa. Esse relatório foi utilizado durante anos como base para atacar Madame Blavatsky e tentar provar a inexistência dos Mestres ou Mahatmas.

Em 1963, Adlai Waterman (pseudónimo Walter A. Carrithers, Jr.) em sua obra Obituário do Relatório de Hodgson sobre Madame Blavatsky, analisou e refutou as acusações de Hodgson a Madame Blavatsky. Uma mais recente refutação de algumas das acusações de Hodgson contra Blavatsky é o livro de Vernon Harrison intitulado H. P. Blavatsky and the SPR: An Examination of the Hodgson Report of 1885.

Esse ataque afetou a saúde de Blavatsky, que partiu da Índia para a Europa em agosto de 1885. Na Alemanha, em Wurzburg, começou a escrever A Doutrina Secreta, sua obra-prima. Em Maio de 1887, aceitando o convite de teósofos da Inglaterra, mudou-se para Londres.

Obras principais
Ísis Sem Véu (1877)
A Doutrina Secreta, vol. I e II (1888)
Glossário Teosófico (editado em 1892)
A Chave para a Teosofia (1889)
Ocultismo Prático
A Voz do Silêncio (1889)
No País das Montanhas Azuis
Pelas Grutas e Selvas do Hindustão
Cinco Anos de Teosofia (artigos da revista The Theosophist)
Gemas do Oriente (pensamentos para cada dia do ano)
Transações da Loja de Londres
Narrativas Fantásticas
O Dubar em Lahore (escrito em russo sob o pseudônimo de Radha-Bai)
Cartas de Blavatsky para as Convençôes da Sociedade Teosofica nos EUA
As Obras Completas de Blavatsky (editada por Trevor Barker)
Estudos em Ocultismo
Cartas de Blavatsky para A.P. Sinnet
Cartas de Blavatsky para sua Família na Rússia
Cartas de Blavatsky para William Q. Judge
Sonhos
Programa Original da Sociedade Teosófica
A oculta Underground: o alvorecer da Nova Era
E oculta o estabelecimento
James Webb
(1974 1976)
Livro relatório: oculta Underground & Criação
Por Earl Wajenberg

Este será um livro relatório sobre o Occult Underground e The Occult Estabelecimento por James Webb, publicado pela Open Court. Os relatórios, eu adverti-lo, encontrando-se no lado longo, mas eu escrevo-lhes por causa de seu interesse geral.


Os dois livros são histórias de ocultismo social, que abrangem desde o dia 19 e 20 séculos, respectivamente. Mais exatamente, "The Occult Underground" abrange o "período de grande incerteza extensão aproximada da queda de Napoleão ao surto de Uma Guerra Mundial" (1815-1914), enquanto "A Criação Occult" abrange o período desde o final do Mundial Uma guerra com a data de redação (1918-1974). Penso que seria muito bom se Webb tinha chegado-se com um terceiro trabalho, provavelmente mais curto, sobre o Movimento Nova Era, mas ele poderia ter considerar que era demasiado recente para ser examinada por um historiador.
Os livros não são, evidentemente, apenas crônicas. Webb pede-lhes "uma tentativa de mostrar como o revival oculta pode ser usado como uma chave para uma crise que ainda não resolvidas, como a oculta prende-se com a melhor-lit regiões da sociedade."
A crise Webb refere-se é um ele chama "a crise de consciência." Outros poderão chamar-lhe uma "crise existencial" ou algo do tipo. Ele refere-se à forma como a democracia, científico, industrial e revoluções combinado para aumentar o poder dos indivíduos e das nações e simultaneamente para destruir o social, religiosa e política das estruturas que forneceu orientação nos dias 17 e 18 séculos.


Aqueles séculos foram chamados a Idade da Razão; Webb chamadas desde o dia 19 e 20 séculos da "Idade da Irrational", ea primeira edição "Occult Underground", sob o título "O vôo da Razão". Isto representa um tom negativo na sua abordagem ao oculto, e tenho certeza que ele não é um Believer, mas ele não é um debunker, quer. Seu "Reason" (capital R), não é sanity formal ou lógica, mas recebeu a sabedoria das instituições sociais dominantes, da Constituição, os Poderes Isso Seja. (Webb freqüentemente usa esses dois termos, e as moedas antiquarian variante, os Poderes Isso Eram.)
Inversamente, Webb define o oculto como "conhecimento rejeitado", sistemas de pensamento e doutrina cast reservado pela Constituição por qualquer motivo. Assim Webb's oculta inclui Theosophy, Espiritualismo, cerimonial e magia, mas também pseudo-ciências e fringey religiões. (Sinto-me um pouco os livros descaso pseudo-ciência.) Estas coisas que muitas vezes se sobrepõem em associação com offbeat movimentos sociais como o Fabians, o New England Transcendentalists, e os parisienses Bohemians do 1890s.


Que, na realidade, é o ponto Webb. A comunidade oculta é simplesmente a intelligentsia do Metro, o Anti-Criação, Counter-cultura, o que é chamado ou solicita-se em uma determinada idade. Estudar a sua história é valiosa, diz Webb, não só para o seu interesse intrínseco, mas como uma janela sobre os revolucionários que, de vez em quando, perturbar, modificar, substituir ou pedaços da Constituição.

Aqui está um breve esboço de O Occult Underground baseado no índice de conteúdos:


Introdução: O voo de razão


Esta tese contém a declaração e as definições de "private" Tenho termos descritos no meu primeiro post. Também contem coberturas. Webb sabe perfeitamente, por exemplo, que a "Idade da Razão" tinha idéias estranhas e superstições, bem como a "Idade do Irrational" tinha muito de lógica e scientolatry.


Capítulo 1: A Necromancers


Este artigo descreve as origens da mediumship e interesse em espiritualismo, incluindo Espiritualismo adequada e da carreira do famoso / notórios Fox irmãs, que inventou mesa-rapping; Swedenborg a Igreja e com a Sociedade da Psychical Research.


Capítulo 2: Babel


Este artigo descreve o interesse, atrações, repulsions, e confusões no Ocidente, que resultaram da exposição ao hinduísmo, budismo, e outras altas religiões do Oriente. Ele examina o papel considerável do pensamento oriental no ocultismo ocidental, as origens da Fé Bahá'í e do Parlamento de Religiões no Chicago World's Fair 1893, em que o interesse ea confusão foram particularmente evidentes.
Trata-se preocupado com as origens de Theosophy, um grande vigor no 19o e 20o século ocultismo. Dá um delicioso précis do colorido (para dizer o mínimo) de carreira Mme. HP Blavatsky, fundadora da Theosophy, e de outros Theosophical notables, como Annie Besant (sucessor de Blavatsky), Rev. CW Leadbeater (famosa pelas observações de auras e "formas-pensamento"), Rudolf Steiner (uma única vez e Theosophist Fundador da seita rival da Antroposofia), e Krishnamurti (um índio escolhida como uma criança por Besant como a encarnação de Maitreya, o próximo Buda, que ele mais tarde posição publicamente renunciou).
Capítulo 1: Ginungagapp [O primária nulo na mitologia Norse.]


Resumo: Um Neurasthenic Sociedade - Occultism no Twenties - Irrationalist Currents na Europa Central - O Progressive Underground e Occultism - O Occultism de Praga e Viena - A Munique Cosmics - Communes e Colonies - Rudolf Steiner Antroposofia


Este capítulo levantamentos da situação social na Europa logo após aI Guerra Mundial, Webb, que vê como "sem forma e vazio", em muitos aspectos, confuso e desprovido de sentido. Oculta e movimentos sociais-reforma começa a sobreposição de membros, e nas suas ideias. Pós-guerra alemão ocultismo foi "invadida" e dominado pelos parisienses Symbolists e do Inglês Theosophists. O capítulo dá cápsula histórias de vários oculta sociedades utópicas e movimentos, incluindo a OTO Nefastos e os começos da raça misticismo. Ela inclui o oculto relacionados com carreiras dos números interessantes, como Gustav Meyrink, Freidrich Eckstein, e Rudolf Steiner.


Capítulo 2: Eden's Folk


Resumo: A Doença de Civilization - O Inglês Juventude Movimentos - Back to the Land - A Merrie England do Guilds - Christian Utopias - O Juventude e Movimentos Sociais Relevância - Social Credit - O acender eo Fascismo -- O acender e Anti-semitismo


Este capítulo incide especialmente sobre os movimentos sociais e utópico que floresceu entre as guerras mundiais. Muitos eram britânicos, a maioria são agora extinto. Eles foram tipicamente anti-materialistas (na maioria dos sentidos de "materialismo") e anti-individualista. A Boy escuteiros surgiu como uma das Inglês Juventude Movements, mas não muito oculta um; no entanto, também surgiram alternativas menos convencionais, como o "Kibbo-Kift." Muitos desses jovens-movimentos religiosos tinham elementos; alguns jovens colocar seus membros através de uma recapitulação da história humana, a idade de pedra civilização; alguns tinham eugénicas temas; muitos foram elitista, de uma maneira ou de outra. Eles vacilado e schismed muita coisa. Eles entrelaçado com o romântico agrária movimentos que procuraram o suposto "bons velhos tempos" das pequenas auto-suficiente pré-industrial aldeias; estes incluídos sortidas artesanais guildas inspirado por William Morris. O cristão utopistas incluídos notáveis escritores, como Hilaire Belloc, GK Chesterton, TS Eliot, e Ezra Pound. "Crédito Social" foi um regime em que as pessoas estavam a ser castigados pelo governo para a utilidade do emprego para o povo, se este não foi devidamente representada pelo mercado. (Eg esgoto trabalhadores teriam direito a um grande "crédito social" bônus porque seu trabalho é tão necessária.) A ligação oculta-se a tudo isto é mais do que uma sobreposição de adesão de ideias.


Capítulo 3: Sábios do Oriente


Resumo: eslavo Misticismo e do Ocidente - O russo Religiosa Revival - - Simbolismo e Decadence - O Occult Revival na Rússia - Magicians no Tribunal - A Emigração do Mystics - eslava Gurus na Europa Ocidental - A sua associação com A Underground - Tipos de russo iluminada Política


Este capítulo descreve a cena em oculta czarist Rússia. O russo revival incluídos bizarro seitas religiosas e schisms da Igreja Ortodoxa: Raskolniki, Stranniki, Khlysty, e Skoptsy. É detalhes da carreira de Mme. Blavatsky e mais tarde Theosophists na Rússia, e os seus schismatics, o Anthroposophists. Ele esboça as carreiras de Soloviev, M. Philippe, Rasputin, Gurdjieff, Ouspensky, Keyserling, e Lutoslawski. Muitos destes folk e seus seguidores fugiram oeste quando veio a Revolução. Webb atributos russo occultists com popularizing as noções do mundo como organismo, apocalipse iminente, e os ódios do materialismo.


Capítulo 4: A Conspiração contra o World


Resumo: Os Protocolos dos Elders de Zion - O Occult, Anti-semitismo e Conspiracy Theories - A Theosophical Society e as parcelas dos judeus e os jesuítas - O "Segredo dos judeus" e suas Occult Fontes - Os protocolos e O Rival Gurus - O iluminadas Natureza do russo anti-semitismo - O Supernatural e do Mito da Casa Ipatyev - iluminada anti-semitismo vem West


Este capítulo e as seguintes são as mais escuras no livro. Os protocolos são forjados em torno de um documento da época do escândalo Dreyfus, pretende ser uma "fuga" dos arquivos de uma conspiração judia à escala mundial. Havia muitos e diferentes são as teorias conspiratórias, mas os judeus são um dos seus alvos preferidos (juntamente com Masons e jesuítas), porque são ao mesmo tempo étnica, mas internacional, despertando suspeita em alguns nacionalistas fervorosos. Teóricos da conspiração sobreposição muito com occultists porque, de acordo com Webb, ambas as esferas de interesse convidar o fanatismo e um binário, preto / branco Modo de decisão; também, tanto conspiratism e ocultismo são, na opinião da Webb, respostas à insegurança. Contudo, por vezes, a ligação é invertido; muitos conspiratists são fervorosos ex-occultic ANTI-occultists. Este capítulo analisa a estranha carreira de Yulianna Glinka, Theosophist e amador espião. Ele também toca em Mme. Blavatsky, a sua teoria sobre a evolução das raças, bem como a sua "jesuíta conspiração", e os anti-semitas Theosophical livro "A Hebraica talisman". Na Rússia, tudo isso ligado à Igreja Ortodoxa e do czar do tribunal, onde diferentes lobbies occultic acusado de um outro sionismo.




Capítulo 4: Os Lord's Anointed


Este capítulo descreve as interacções entre cristianismo e ocultismo - além da simples inimizade. Isto inclui o millenialist grupos como o Millerites e seus sucessores, os adventistas do sétimo dia e testemunhas de Jeová, os Mormons; os cientistas Christian; uma pequena Contra-Reforma Parte II, em extremistas anglo-católico círculos; ea visão de carga, conspiração-caça , Semi-seita católica do francês Vintrasians. Grande parte dos americanos actividade arrancou no "queimado-over região", uma área de alta New York estado uma vez famoso para viajar revivalists. Observe que a maioria destes cristãos "occultisms" não implicam feitiço-casting ou seances. Isto ilustra Webb's ampla utilização do termo "oculto", como "conhecimento rejeitado" - neste caso, rejeitou revelações ou doutrinas.


Capítulo 5: Visões do Céu e do Inferno


Este capítulo descreve o papel do ocultismo na comunidade artística, enfocando "Bohemia", em finais do século Paris 19o. Este é um capítulo especial suculento, cheio de personagens coloridos. Webb divide os artistas, especialmente os autores, em dois campos - aesthetes e poetes maudites ( "maldito poetas", a sua própria frase). Ambos reagiu contra o naturalismo de Estabelecida art. Aesthetes procura um ideal beleza para além dos limites da natureza. Poetes maudites procurou plumb a profundidades de experiência em sua busca de sabedoria, e eu significa profundidades. (Eles produziram escandaloso romances sobre depravação, como "La Bas" pela Abbe Boullan.) Um dos principais aesthetes foi Josephin Peladan, que proclamou-se "Sar Merodach", e uma espécie de arcebispo católico de um despacho do mago-artistas ( Fundada por ele próprio). Maldito poetas incluir JK Huysmans e (penso) Baudelaire.
Capítulo 6: Secret Tradições


Este capítulo é geralmente muito mais histórica do que o resto do livro. Ela examina as antigas fontes que contribuíram para a "tradição", através do qual Webb, o corpo de sabedoria que occultists largamente basear. Estes incluem Neo-Platonism, Gnose, Hermetism, o mistério e religiões. Apesar de não querer empurrar a ideia demasiado longe, Webb atribui Platão como o patrono da occultists, versus Aristóteles como o patrono da Criação intelligentsia. Mexendo-se e confusa este semi-coerente corpo da antiga sabedoria é um grande dollop de rejeitou ciência que começou acumulando volta no século 18.


Capítulo 7: Uma Anatomia da Souls


Este capítulo analisa os movimentos de abertura do revival oculta no século 19. Parece que começam com a divisão da Polônia e da dispersão dos polacos refugiados em toda a Europa. Alguns destes refugiados parecem ter sido occultists, e trouxe a Tradições (conforme descrito no capítulo anterior) para a França, onde francês occultists tinha sido Subsistente Mesmerism e em segunda mão hinduísmo. O capítulo também descreve a carreira de Eliphas Levi, um dos fundadores da moderna ocultismo.


Capítulo 8: O Espiritual na Política


Esta segue de perto com o tema do capítulo anterior. O acompanhamento de occultist liberal protestos durante o tratamento da Polónia acabou por meio grandioso político fevering sobre a Polónia ser um "Cristo-nação" crucificado pelos pecados de outras nações e, a segunda vinda de Napoleão. Outros colocado França-se como o "Cristo-nação", crucificado em Waterloo. Louis XVII iluminados alegou que não tinha morrido como uma criança no Terror, mas (um pouco como Anastasia e Elvis) estava ainda em torno; pretenders, naturalmente, eram abundantes e coloridas. Mais imediatamente interessante, Webb afirma que o sentimento de identidade nacional irlandesa foi criado * * por WB Yeats, James Morgan Pryse, e outros poética occultists. Ele compara a um menor êxito desta tentativa de promover Scottish home regra.


Capítulo 9: As Duas Realidades


Neste capítulo somar-up, Webb assinala o ocultismo tem afinidade natural para outros anti-Criação e movimentos revolucionários. Uma dessas é a companheira sabor do nacionalismo que vê a Nação como um metafísico e realer sendo maior do que os indivíduos na sua população. Outro aliado natural é qualquer ideologia realizada com a força de uma religião. O denominador comum de todas essas coisas é um idealista temperar, subordinar o material para um mundo imaterial regime, que o regime se ser mágico, biológico ou social. Este é um tema que alarga no próximo livro.


Aqui está um breve esboço de Occult A Criação baseado no índice de conteúdos e os resumos na cabeça de cada capítulo:


Introdução: As lutas pela Irrational
Resumo: O Vôo da Razão - O Occult como Rejeitada Conhecimento - Secular Religiões - A Primeira Guerra Mundial e ao facto de não se terem Rationalism - O Occult e "iluminada Política" - A Coerência da Irrational
Neste capítulo, Webb, mais uma vez, define a sua própria utilização de termos como "razão" (a sabedoria convencional e consenso realidade), "oculto" (convencional e sabedoria) e "iluminada política" (política influenciou ou motivado por oculta teorias). Ele observa que, enquanto a oculta movimentos do século 19 eram predominantemente religiosa, aqueles do 20o são predominantemente ético e social.
Capítulo 5: Os Magos do Norte


Resumo: O Underground no Poder - "voelkisch" Occultism - A Mystic Dietrich Eckart - A Espiritualidade de Gottfried Feder - Alfred Rosenberg e russo anti-semitismo - Rudolf von Sebottendorff e do Thule Bund - Adolf Hitler e "voelkisch "Occultism - O Ludendorffs e Teoria da Conspiração - O Destino do Mystics após a Machtergreifung - Rosenberg's Aryan Atlantis - Himmler's Occult Fantasies - O Deutsches Ahnenerbe - Hitler e Hoerbiger - Outros Realidades e da Divina Sanção


"Alemanha nazista apresentar o original do espetáculo parcial transformação do Metro do conhecimento rejeitado em um Estabelecimento". Esta é a primeira frase eo tema deste capítulo. O "voelkisch" (ou "folkish") ocultismo mencionadas no resumo geral lida com a idéia de que toda povos têm racial ou nacional espíritos fora (e, em um fascista opinião, mais importante do que a) sua individual. O capítulo descreve Adolf Lanz e seu "Ariosophy", uma edição Aryan de Theosophy. Eckart recebe um esboço biográfico - um gnóstico ex-monge que odiava os judeus e os Anthroposophists. Outros personagens são interessantes Baron Reichenbach com sua teoria da "historionomy" e Hans Hoerbiger, que pregava que a lua e todos os planetas Terra, mas foram feitos de gelo e as estrelas de metal quente. Todas estas pessoas e idéias fazem parte do tecido de que Hitler wove seu horríveis tapeçaria.
Mas lembre-se de que Webb especificamente nega que Hitler e os outros líderes nazis principalmente occultists, embora fossem claramente tinha occultic interesses. É também de notar que apenas aqueles que contribuíram para o occultists nazista tecido foram toleradas - por exemplo, Hoerbiger com seu cósmica gelo. Todos os outros - Theosophists, Anthroposophists, mesmo Ariosophists, mais Spiritualists, astrólogos, e todos os outros - foram arredondados, juntamente com os judeus, homossexuais, ciganos, Christian Scientists, e testemunhas de Jeová, e foi enviado para os campos.
REVIEWER DA NOTA: Webb não observação sobre isso, mas acho que uma das mudanças em flagrante ocultismo desde Segunda Guerra Mundial é a mudança * * longe de "voelkisch" teorias e para extremamente individualista ou universalistas.


Capítulo 6: A Academia Hermetic


Resumo: A Descoberta do Inconsciente - Freud e os Occultists - - O Estatuto dos Hypnotism - O Eccentricities de Wilhelm Fliess - Psicanálise e Psychical investigação - Freud como Secularizer do Occult - O Occult Experiências de Jung -- Basilides a gnóstica - A Análise de Kristine Mann - As Conferências Eranos - JW Hauer e os nórdicos Movimento Fé - Espiritual Progresso e Educação - O Occult e da Nova Bolsa Educacional


Este capítulo, sobre um tema muito felizes, discute a influência do "conhecimento rejeitado" sobre a instituição acadêmica. Conforme mostra o resumo, trata quase totalmente com a psicologia, mas Webb créditos Einstein teorias da relatividade com agitando o antigo Estabelecimento mundo ver o suficiente para suavizar-se o estabelecimento acadêmico. Webb observações sobre o amor / ódio atitude de occultists em direção a ciência - de um lado, a Constituição rival que rejeitou-as, por outro lado, o "in-multidão" que muitas vezes pretendem aderir. O capítulo examina Freud's precoces e tardias interesses psíquica em investigação e, no meio, o seu distanciamento muito cuidado de si próprio e das suas teorias psicanalíticas nada oculta, a fim de ganhar respeitabilidade científica. Jung, por outro lado, aceitou fenômenos psíquicos como uma coisa natural, que fazia parte da cunha impulsionada entre ele e Freud. Jung's oculta conexões são muitas e complexas.


Capítulo 7: The Great Liberation


Resumo: Libertação e Sociedade - Arte Moderna e as Occult revival - América importações Bohemia - Droga e da Occult - Timothy Leary e Ken Kesey - Underground Occultism - Haight-Ashbury e os Hippies - Novas Formas de Política iluminada -- Reich, Marcuse, e Metaphysica Libertação - RD Laing e da Dialética da Libertação


Este capítulo, como o resumo mostra, traz-nos quase até ao presente e lida com os anos 60 e 70. Esta fase gnóstico trouxe o tema da libertação do mundo em "iluminada política." Inicialmente, tratava-se de escapar de assunto; politicamente, tornou-se fugir da Criação ou o não-visionário, não hallucinogenic estado de consciência. A oculta está ligada à arte moderna pela quase sagrado papel atribuído ao artista, que leva o espectador para além da rotineira. As drogas mencionadas no resumo são, naturalmente, alterando-mente, começando com éter no século 19, mas principalmente debater LSD. As novas formas de iluminada política não estão apenas nas questões, mas nos métodos - se-ins, acontecimentos, protestos, e mito à base de media-manipulação. Esta viagem down memory lane incluir Jack Kerouac, Alan Watts, Reich's "orgone", o Yippies, e Leary's sacramental opiniões sobre LSD.


Capítulo 8: A Gramática do Unreason


Resumo: Rationalists e Irrationalists - O Universo Particular de Occultists iluminada e Políticos - Escritores e Leitores de Fantastic Literatura - A Natureza do Imaginário Worlds - As suas conexões com o Occult - Flying Saucers - O Buscar Otherness e da Creative Imaginação - Conclusão


Este capítulo é uma estranha mistura de súmula e breve levantamento da literatura fantástica para o período. Webb vê três enormes crises de confiança na história do Ocidente: um na séculos em torno da vida de Cristo, outro na Renascença / Reforma período, bem como o actual, com início no século 19. O meio crise terminou por produzir as convenções ele foi chamar "Reason" - uma concentração de atenção e técnica sobre os problemas da sobrevivência quotidiana e conveniência; é bom, mas insuficiente para necessidades humanas.
Para mim, a parte mais interessante do capítulo é a sua exploração da sobreposição entre ocultismo e literatura fantástica. Ele observa o uso de temas oculta na fantasia e SF, e os seus mais histórica sobrepõem-se na origem da UFOlogy e Cientologia. Embora porquê Webb picaretas sobre literatura fantástica para plumb a natureza oculta de psicologia (em vez de qualquer uma das outras culturas coloca-up) eu não entendo.
Ele termina o livro por observando o comum desejo de encontrar "alteridade" em ambos os oculta esforços e fantástica arte - para descobri-lo, ou de inventar ou feign ele. Ambos Primavera do criativo instar, o que é necessário e perigoso.
"Eles foram toque na era da Aquarius desde o último século. Ela pode nunca chegar, mas é essencial para manter a anilhagem; sem que para distantes angelus vida seria um lugar triste e dreary. A esperança de algo melhor, algo diferente ; O prodding, nudging, shoving força que irrita homem a mudança por induzir visões de uma realidade que não seja o do presente: este talvez - no imaginário deste escritor, pelo menos - se a explicação de todas as artes, todas as outras religiões, Todos filosofia. ... Isto não é lugar a pronunciar-se sobre o pessoal quests do occultists. A impressão é que a maioria ficam presas em seus mundos e privadas produzem infelizmente pouca evidência do poder de imaginação. Existem muitas tentativas para destruir razão Ao invés de alargá-la. ... Unreason existe para ser feita razoável, e razão de ser prorrogado pela descoberta das possibilidades inicialmente fora da sua compreensão. "

A TERRA É OCA






A Terra possui um "Sol" interno, três pontos onde a gravidade é zero e duas enormes aberturas nos pólos que interligam a superfície interna e externa.
A explicação para esses fenômenos é relativamente simples de se entender: o movimento de rotação do planeta arremessa a sua massa para longe do centro, da mesma forma que o giro de uma máquina de lavar arremessa as roupas para os lados deixando o seu centro oco.
Uma comparação melhor é a de um motociclista em um "globo da morte": a rotação impede que ele caia mesmo quando está de cabeça para baixo. A única diferença é que no globo da morte o motociclista é quem está girando e não o globo.
Quando a Terra estava sendo formada, e os seus componentes estavam em estado líquido, os materiais mais pesados foram se concentrando no centro, enquanto que a rotação manteve os materiais mais leves distantes do mesmo. A medida em que o planeta foi se solidificando, criou-se um perfeito equilíbrio entre o movimento de rotação e a gravidade.

NOTA: na verdade não existe nenhum ponto de gravidade zero na Terra. Não importa onde você esteja, sempre estará sofrendo o efeito da distorção espaço-temporal provocada pela massa do planeta, distorção esta que erradamente chamamos de força. Há sim um equilíbrio entre o movimento de rotação e a "atração" gravitacional nos pontos a 640 e a 2.000 Km de profundidade. E no caso do ponto central onde a rotação é zero, apenas o equilíbrio gravitacional.
As aberturas nos pólos se devem ao fato de a velocidade de rotação nesses locais ser muito baixa. Sem rotação, a ação da gravidade é muito mais forte e, dessa forma, qualquer massa colocada nesses pontos seria atraída para baixo e para os lados (veja a figura 1). À latitude de 70º a Terra começa a se curvar para formar as enormes aberturas polares que medem aproximadamente 2.000 Km. Se houvesse apenas a rotação da Terra em torno do seu eixo, as aberturas se localizariam à 90º, exatamente nos pólos geográficos. Contudo, outros movimentos de rotação, como o da elipse em torno do Sol, fizeram com que elas se formassem 20º mais distante. É por isso que os pólos geográficos e magnéticos não coincidem. Quando exploradores que estão buscando o pólo Norte ou o pólo Sul chegam à latitude de 70º e a bússola deles aponta pra baixo, ele pensam que estão no pólo magnético, mas não estão. Na verdade, as bússolas estão sob o efeito do anel magnético que cerca as entradas polares,
Outro aspecto surpreendente do fato de a Terra ser oca é que ela possui duas superfícies (ou três se considerarmos a do Sol interno): a interna e a externa (veja a figura acima), que são interligadas pelas aberturas polares. Ambas com atmosfera, oceanos, continentes, florestas, rios, lagos, uma fonte direta de luz e calor (direta porque a luz, o calor e outras emanações vindas da estrela que chamamos de Sol influenciam a superfície interna e vice-versa), enfim, com todo um ecossistema próprio. Apesar de serem interligadas e semelhantes até certo ponto, possuem diferenças marcantes como:
"Atração" gravitacional menor na superfície interna - o que, entre outras coisas, permite um crescimento maior das plantas e dos animais;
Posição do Sol interno sempre as doze horas - o que significa que não há noite no intra-mundo;
Estágio evolucionário mais avançado na superfície interna - isso se deve, além de outras razões, ao fato do intra-mundo estar mais protegido contra eventos cataclísmicos (como a queda de um grande meteoro por exemplo) do que o mundo externo. Estando mais protegido, o ecossistema interno evoluiu um pouco mais lentamente, porém, de forma contínua. É o popular devagar e sempre. Quando a superfície externa estava passando por um dos muitos eventos que provocavam grande extinções, parte do seu ecossistema migrava para a superfície interna e era forçado a se adaptar para sobreviver (essa migração era muito mais fácil antes do congelamento dos pólos, época em que havia uma maior integração entre as superfícies). No final das contas, o intra-mundo sempre ficava com o melhor das duas superfícies e, após a cessação desses grandes eventos, ajudava a repovoar a nossa superfície. Isso contribuiu ainda mais para aumentar a diferença entre os dois mundos.
Agora, parece ser bastante lógico propor a existência de uma civilização mais avançada no interior do planeta, tanto tecnologicamente quanto espiritualmente, já que um ecossistema tão harmonioso estimularia a convivência pacífica.
O nome pode não ser apropriado do ponto de vista astronômico, mas é bastante apropriado do ponto de vista funcional, já que ele sustenta todo o ecossistema interno fornecendo luz e calor. E como "os mundos" interno e externo estão ligados, ele também desempenha um papel fundamental no equilíbrio do ecossistema de todo o planeta. Estima-se que ele possua 1/3 da massa total do planeta. É formado pelos materiais mais pesados e é extremamente denso, já que a força de expulsão provocada pela rotação é praticamente desprezível se comparada com a sua enorme "atração" gravitacional. O Sol interno é tão denso que apenas a sua superfície é líquida, todo o resto é sólido, apesar das enormes temperaturas em seu interior.

segunda-feira, 10 de março de 2008

A HUMANIDADE HERMAFRODITA E A CAIXA DE PANDORA




De Roma
Um conhecido cientista italiano está causando grande polêmica no país depois de ter apresentado uma teoria dizendo que a espécie humana está caminhando para o bissexualismo.

Durante uma conferência neste fim de semana na região da Toscana, Umberto Veronesi, que é médico e ex-ministro da Saúde, afirmou que a espécie humana deve caminhar para o bissexualismo "como resultado da evolução natural das espécies".

"O homem está perdendo suas características e tende a se transformar numa figura sexualmente ambígua, enquanto a mulher está se tornando mais masculina. Desta forma a sociedade evolui para um modelo único", afirmou Umberto Veronesi, que é oncologista.

Na opinião do cientista, o sexo no futuro será apenas um gesto de demonstração de afeto e não terá fins reprodutivos. Por esta razão, defende, poderá ser praticado entre pessoas de sexos opostos ou não.

Evolução e hormônios

Em entrevista a jornais italianos, Veronesi reafirmou sua teoria, apontando o fator hormonal como indicador da evolução rumo ao bissexualismo.

"Desde o pós-guerra a vitalidade dos espermatozóides diminuiu 50% porque as mudanças das condições de vida estão fazendo com que a hipófise (glândula responsável pela produção dos hormônios) produza cada vez menos hormônios andrógenos (masculinos)", afirma o oncologista, pioneiro no tratamento de câncer de mama na Itália.

"O homem não precisa mais de uma intensa agressividade física para sobreviver", diz ele.

Com as mulheres, que tem papel cada vez mais ativo na sociedade, acontece o mesmo.

Segundo o médico, as mulheres vem produzindo cada vez menos hormônio femininos ao longo dos anos.

"É o preço que se paga pela evolução natural da espécie, que é positivo porque nasce da busca pela igualdade entre os sexos", afirmou o oncologista ao jornal Corriere della Sera.

A menor produção de hormônios acabaria atrofiando os órgãos reprodutivos e criando uma espécie de "preguiça reprodutiva", na avaliação de Umberto Veronesi. Para o médico o sexo deixou de ser a única forma para procriar desde que novas técnicas foram criadas, como fecundação artificial e a clonagem.

Mundo das abelhas

Na opinião do médico, num futuro não muito próximo, a sociedade poderia ser organizada como o mundo das abelhas. A maior parte de seus membros seria praticamente assexuada e só uma pequena parte se dedicaria à reprodução.

"A diferença é que os homens são inteligentes e isto produz reações sentimentais, além de fisiológicas", afirmou Veronesi.

A professora de sexologia da Universidade La Sapienza de Roma, Chiara Simonelli, concorda com as previsões de Umberto Veronesi.

Ela define este processo como resultado da evolução genética e da mudança de mentalidade, fenômenos que são interligados e se influenciam reciprocamente,

"Mas este fenômeno está no começo. Para que tenha uma certa consistência é preciso esperar duas ou três gerações", afirmou Simonelli em entrevista ao Corriere della Sera.

O antropólogo Fiorenzo Facchini, da Universidade de Bolonha, discorda com a teoria da evoluçao natural para o bissexualismo.

"Do ponto de vista antropológico, a orientação sexual é definida a nível biológico pela espécie e isto não pode ser alterado".

Para Facchini, a separação entre reprodução e sexualidade humana não é positiva.

"Separar a reprodução da sexualidade e do núcleo familiar não pode ser visto como uma vantagem para a espécie humana. A reprodução nao é apenas encontro de gametes, implica relação entre duas pessoas", declarou Facchini ao Corriere della Sera.

http://cienciaesaude.uol.com.br/ultnot/bbc/2007/08/20/ult4432u534.jhtm
SIRIUS E A CAIXA DE PANDORA
Sirius sendo a mais brilhante estrela no céu, teve seus movimentos como base do Sagrado Calendário dos egípcios. Também já foi dito, por vários pesquisadores, que a Grande Pirâmide foi construída para sincronizar-se com Sirius, e desta maneira a estrela poderia brilhar através a galeria da Câmara da Rainha em um preciso momento.Escritos indicam que a luz, brilhando através desta galeria, era o meio para conferir (ou comunicar) a luz estelar de Sirius a um iniciado durante específicos rituais. Os sirianos colonizaram Marte mediante sua permissão. Ele também é identificado com Set ou Seth. A razão dos sirianos colonizarem Marte foi porque o planeta estava, naqueles tempos imemoriais, nas mais preferíveis condições atmosféricas condizentes a uma civilização. No "Projeto Montauk", foram os sirianos que providenciaram a "cadeira Montauk" usada para os experimentos da época. Foi um tal Frater X quem esteve envolvido em negociações para obter a "cadeira". Ele também afirmou a habilidade de Crowley em manipular o tempo e foi o primeiro a sugerir que os projetos "Philadelphia" e "Montauk" eram ambos efeitos resultantes da "Magik" de Crowley.Os antigos "Assirius" (Sirius) e Fenícios (Phoenix) derivaram seus nomes desta herança. Crowley identificou a Ordem da Estrela de Prata com a Ordem dos Illuminati. Como era considerado o Cabeça dos Illuminati, as correspondências vão mais fundo. O Coração de sua Corrente Mágica inspirou-se em Sirius e existem muitas tradições a serem abordadas. Na Tradição Oculta, Sirius é o Deus Oculto ou "o Sol por detrás do sol". Como a Lua reflete o Sol, assim também o Sol reflete Sírius, no sentido espiritual.No livro de Zecharias Sitchin, "O Décimo Segundo Planeta",
ele documenta fortemente que a Terra tem sido visitada por extraterrestres desde tempos imemoriais. Este trabalho traça atividades na Antiga Suméria.Geralmente identificada como a "Deusa Gata", Bast é uma das mais antigas formas de BABALON, a Deusa Mãe. Bast é retratada como uma gata ou uma leoa. Como deusa da magia sexual, ela reina sobre a luxuria e o calor sexual. Bast é prontamente identificada como a Besta porque "presidia" sobre experiências sexuais dos Atlantes (e mais tarde Egípcios) A palavra "BASTardo" derivou-se da "Caixa de Pandora (vagina), que abriu-se com a irrestrita prática da procriação que era comum durante seu reinado. Durante o reino da Deusa, a paternidade não era um problema. Casamento teve início devido a necessidade de preservar-se uma estrutura patriarcal para propósito de herança e sucessão. Quando o "deus pai" assumiu o poder, ele fez do parentesco uma "lei" e punia mulheres que tinham filhos fora da estabelecida tradição do casamento. Isto não é tanto uma lei moral como um poder estabelecido.É conhecido que na cultura das Amazonas, ela eram hábeis em parir sem o uso do macho. Porque o corpo humano é primariamente andrógino, um separação dos sexos não é teoricamente necessária para procriação. Esta alegação a respeito das Amazonas está apoiada pelo fato que a "zona pellucida" (o corpo reprodutivo na mulher que contem um saco) pode ser penetrada por uma latente proteína masculina herdada pela estrutura genética da mulher, a qual o corpo toma como esperma. Isto resulta num nascimento virginal.Seja isto verdade ou não, este não é o ponto. A cultura das Amazonas e as culturas da "deusa mulher" naqueles períodos de tempo foram suplantadas por uma cultura patriarcal, que tentou subjugar a mulher às mais intoleráveis condições. As forças masculinas venceram. "Moralidade" foi então gerada pelo poder elitista desta particular civilização.
O MITO GREGO SOBRE A ORIGEM DO MAL: A CAIXA DE PANDORA
Sempre causou perplexidade aos filósofos e teólogos a existência do mal no mundo.
Afinal se Deus é bom, justo, infalível e poderoso, como o mal pode surgir em sua obra e por que o mal parece ser tão difícil de ser suprimido?
Essa indagação gerou os mais diversos mitos explicativos nas antigas tradições, como a saga de Seth e Osíris, no Egito, Ormuz e Ariman, na Pérsia, Adão, Eva e a serpente, entre os hebreus e o mito de Pandora entre os gregos.
Embora sejamos herdeiros da tradição judaico-cristã e o mito de Adão e Eva tenha sido consagrado como verdade literal e absoluta pelos teólogos fundamentalistas judeus e cristãos, precisamos reconhecer a beleza e a profundidade do mito grego de Pandora, que é mais engenhoso e rico em nuances psicológicas.
A estória começa com Prometeu , um dos titãs, escalando o Olimpo e roubando o fogo dos deuses para oferecer aos homens (o fogo do conhecimento?).
Zeus, o rei dos deuses, furioso com tamanha ousadia, prendeu-o e o amarrou em um rochedo, onde um abutre vinha todos os dias comer-lhe o fígado, que se regenerava durante a noite, para ser comido novamente pelo abutre no dia seguinte. Esse mito sugere o sofrimento caudado pela insaciedade do homem e, em outro nível, significa o longo e penoso ciclo de morte e renascimento, que os budistas denominam roda do Sansara.
Zeus, porém, não satisfeito com a vingança desfechada contra o ladrão, resolveu vingar-se também de todos os homens beneficiários do fogo roubado por Prometeu. Então ordenou que Hefesto, o Deus-ferreiro do mundo subterrâneo, fizesse a mulher.
Hefesto fez uma mulher belíssima chamada Pandora e a apresentou a Zeus antes de ela descer à superfície da Terra. Zeus, admirado com a obra de Hefesto, despachou Pandora para a Terra, mas antes lhe deu uma grande e belíssima caixa de marfim ornamentada fechada e também lhe deu a chave, dizendo-lhe: “Quando você se casar, ofereça esta caixa como dote ao seu marido, mas a caixa só pode ser aberta após seu casamento”.
Em pouco tempo, Pandora conheceu Epimeteu, irmão mais novo de Prometeu e logo se casaram. A princípio, Pandora estava muito feliz com seu casamento e passava os dias cuidando da casa e do lindo jardim, tendo se esquecido da caixa.
Porém Epimeteu viajava constantemente e, certa vez, ficou muito tempo longe de casa. Pandora sentia-se só e triste. Lembrou-se da caixa e foi até o canto onde estava guardada examiná-la curiosamente. Enquanto observava os lindos detalhes e adornos externos, Pandora pareceu ouvir pequenas vozes gritando lá de dentro e dizendo: “Deixe-nos sair!..Deixe-nos sair...”. Pandora não podia esperar mais. Foi correndo buscar a chave e imediatamente abriu a tampa da caixa. Para sua grande surpresa centenas de pequeninas e monstruosas criaturas, parecendo terríveis insetos, saíram voando lá de dentro, com um zumbido assustador.
Muitas dessas horríveis criaturas a picaram na face e nas mãos e saíram em enxame pela janela, fazendo um barulho infernal. Logo a nuvem desses insetos cobriu o sol, e o dia ficou escuro e cinzento. Apavorada, Pandora fechou a caixa e sentou-se sobre a tampa.
As picadas dos insetos doíam muito, mas algo mais a estava preocupando: Ela estava tendo toda a espécie de sentimentos e pensamentos sombrios e odiosos que nunca tivera antes. Sentiu raiva de si mesma por ter aberto a caixa. Sentiu uma grande onda de ciúme de Epimeteu. Sentiu-se raivosa e irritada. Percebeu que estava doente de corpo e de alma.
Súbito pareceu-lhe ouvir outra vozinha gritando de dentro da caixa: “Liberte-me! Deixe-me sair daqui!”. Pandora respondeu rispidamente: “Nunca! Você não sairá ! Já fiz tolice demais em abrir essa caixa!”
Mas a voz prosseguiu de dentro da caixa: “Deixe-me sair, Pandora! Só eu posso ajudá-la!”
Pandora hesitou, mas a voz era tão doce, e ela se sentia tão só e desesperada,que resolveu abrir a caixa. De lá de dentro saiu uma pequena fada, com asinhas verdes e luminosas que clarearam um pouco aquele quarto escuro, aliviando a atmosfera que se tornara pesada e opressiva. “Eu sou a Esperança”, disse a fada. E prosseguiu: “Você fez uma coisa terrível, Pandora! Libertou todos os males do mundo: egoísmo, crueldade, inveja, ciúme, ódio, intriga, ambição, desespero, tristeza, violência e todas as outras coisas que causam miséria e infelicidade. Zeus prendeu todos esses males nessa caixa e deu a você e a seu marido. Ele sabia que você iria, um dia, abrir essa caixa. Essa é a vingança de Zeus contra Prometeu e todos os homens, por terem roubado o fogo dos deuses!”
Chorando copiosamente, Pandora disse: “Que coisa terrível eu fiz! Como poderemos pegar todos esses males e prendê-los novamente na caixa?”
“Você nunca poderá fazer isso Pandora!” Respondeu tristemente a fada da Esperança. “Eles já estão todos espalhados pelo mundo e não podem mais ser presos!”
“Mas há algo que pode ser feito: Zeus enviou-me também, junto com esses males, para dar esperança aos sofredores, e eu estarei sempre com eles, para lembrar-lhes que seu sofrimento é passageiro e que sempre haverá um novo amanhã !”
Em um ponto, o mito de Pandora é essencialmente diferente do mito de Adão e Eva.
O mal que se propagou no mundo também faz parte de uma decisão de Zeus e não da intervenção de um adversário externo, como Satã, que tem planos e desígnios contrários ao Deus Supremo.
Embora no constructo mitológico o surgimento dos males esteja descrito como uma “vingança de Zeus” está claro que foi uma Conseqüência de os homens se terem apropriado de um elemento divino – a autoconsciência e o conhecimento do bem e do mal, simbolizados pelo fogo dos deuses, mas ainda não estarem maduros para lidar com esse poderoso elemento, até então de posse exclusiva dos deuses.
Os homens adquiriram uma faculdade de conhecimento até então exclusiva dos deuses e se tornaram potencialmente divinos, mas ainda eram primários e animalizados (nos mitos, este estágio da humanidade é representado pelos titãs ou pelos homens da Atlântida) para saberem lidar com essa força divina que agora existia em sua alma.
Analogamente, podemos citar o fato de que os chimpanzés aprenderam a técnica de usar pedras para quebrar nozes, mas imaginem quantos males aconteceriam na floresta se eles aprendessem a fabricar dinamite.
O homem físico não passa de um chimpanzé ligeiramente aperfeiçoado, dotado de uma centelha de consciência que pertence à ordem divina do Universo. Essa coexistência entre nossa natureza animal e nossa natureza divina é a causa de todos os males, pois o conflito é inevitável enquanto a natureza divina ainda não “domou” e “domesticou” totalmente a natureza animal.
No mito de Adão e Eva, parece que existe uma possibilidade de se evitar o pecado e a queda, enquanto no mito grego essa inevitabilidade é evidente: Uma vez que Prometeu roubou o fogo dos deuses, as conseqüências viriam inevitavelmente: Zeus sabia que Pandora abriria a caixa, enquanto no mito hebreu parece que Deus não sabia se Adão obedeceria ou não à proibição divina de comer o fruto proibido.
Aos compararmos a versões mitológicas análogas da cultura hebraica e da grega, não queremos valorizar uma e desvalorizar a outra, mas sim destacar o fato de que as tradições refletem o contexto cultural e religioso dos povos a que se destinam.
A cultura hebraica jamais poderia supor que Deus pudesse também dar origem ao mal, visto que seria inadmissível que um Deus Bom e Justo pudesse originar o mal.
A cultura grega jamais poderia admitir que o Deus Supremo pudesse ter um adversário e opositor, visto que um Deus Sábio e Poderoso não poderia ter sua obra obstruída por algum adversário.

Sempre que aplicamos atributos e qualificações à Divindade, essas distorções são produzidas, porque as atribuições são qualificações antropomórficas feitas pelos próprios homens , que criam uma imagem de Deus, como uma imagem sublimada de si próprios, projetando nela as imagens e ideais mais valorizados pelas diversas sociedades humanas.

segunda-feira, 3 de março de 2008

AVISTAMENTOS DE OVNIS [FOO FIGTHERS]




















Disco voador
Em Junho de 24,1947, Kenneth Arnold alegou que ele viu nove "crescente forma" errática aeronaves voando em velocidades incríveis near Mount Rainier. Ele disse que ele lembrou de saucers desnatação sobre água. Um editor do Leste Oregonian informou que Arnold viu "round" objetos. Outros relatórios notar "disco em forma de" objetos. Dentro de poucas semanas, havia centenas de relatórios nacionais de avistamentos de voar "saucers".
Um pouco antes do avistamento de Kenneth Arnold, mais precisamente durante a Segunda Guerra Mundial, houve vários relatos de pilotos dos aviões militares aliados envolvendo estranhas esferas luminosas que surgiam inesperadamente e costumavam voar em formação com seus aviões. Normalmente, enquanto esses objetos estavam próximos, os radares de bordo apresentavam falhas.

Esses objetos aéreos desconhecidos eram chamados de Foo-fighters, palavra composta da conjunção da palavra francesa "feu" (fogo) e "fou" (que significa "insano") com a palavra inglesa "fighter" (avião caça). Com o aumento da incidência de observações deste fenômeno, os norte-americanos batizaram as "bolas luminosas" de "foo-fighters". Existia uma espécie de brincadeira entre os operadores de radar da época que criaram uma associação com uma revista cômica aonde o personagem "Smokey Stover", um urso guarda-bosques muito popular nos Estados Unidos. Esse personagem dizia algumas frases repetitivas e uma delas era "...Where there´s foo there´s fire". Isto é: "onde há fumaça, há fogo", dando às estranhas "bolas fantasmagóricas" a condição de objetos de "fumaça briguentos".
Mas fileiras militares também os chamavam de "Krauts fireballs" (bolas de fogo dos "Krauts" – este último termo fazendo referência aos alemães), pois acreditava-se que os objetos eram algum dispositivo bélico de procedência nazista. E no transcurso da guerra, foram notificados inúmeros incidentes ao Comando Militar dos aliados.

Na noite de 23 de novembro de 1944, pilotos da 415ª Esquadra de Caças Noturnos dos Estados Unidos, baseado no território francês de Dijon, protagonizaram um avistamento envolvendo os Foo-fighters. Esta esquadra efetuava missões de combate e reconhecimento sobre a zona do Rim, ao norte de Estrasburgo, e sua tripulação era formada pelo piloto tenente Ed Schlueter, pelo radialista Donald J. Meirs e pelo tenente Fred Ringwald, oficial da inteligência militar que viajava como observador. Num dado momento, o tenente Ringwald ficou surpreso ao ver que algumas estrelas distantes haviam se aproximado e converteram-se em esferas luminosas alaranjadas. Eram em torno de oito a dez objetos pequenos que se movimentavam em altíssimas velocidades e mantinham-se próximas ao avião. O radar de bordo nada acusava tal qual o radar de terra. Subitamente, essas estranhas esferas luminosas desapareceram e, logo em seguida, reapareceram bem mais longe. Poucos minutos depois, elas sumiram definitivamente.

No dia 27 de novembro de 1944, dois pilotos americanos, Henry Giblin e Walter Cleary, se encontraram com uma bola de luz laranja quando voavam nos arredores da cidade de Speyer, na Alemanha, às margens do rio Reno. O objeto voava a cerca de 400 quilômetros por hora e a cerca de 500 metros sobre o seu avião. Decidiram iniciar uma perseguição ao inusitado objeto e notificaram a estação de radar de terra sobre o fenômeno, que respondeu-lhes não estar captando absolutamente nada. O radar de bordo do avião começou a apresentar falhas, levando-os a abortar a missão e a regressar à base.

Em Antuérpia, na Bélgica, em setembro de 1944, por volta da 21:00 horas, um soldado canadense observou uma esfera luminosa no céu indo à direção da fronteira. Ele estimou que o objeto não deveria ter mais que um metro de diâmetro e, ainda, parecia ser feita de vidro fumê. A esfera emitia uma forte iluminação que não parecia vir de sua superfície, mas de seu interior. Nenhum som foi ouvido. Menos de um minuto após o avistamento da esfera, outras cinco, aparentemente iguais a primeira, também foram avistadas pelo soldado e seguindo a mesma rota.

Mas os Foo-fighters não foram avistados unicamente no cenário europeu da guerra. O fenômeno foi relatado também no Extremo Oriente, sobre o Japão e sobre a Lagoa de Truk. Há registros de avistamentos dos Foo-fighters pelas tripulações dos bombardeiros B-29 sobre o Arquipélago Nipon.

No dia 12 de agosto de 1942, o sargento Stephen Brickner, da Primeira Divisão da Marinha, estava voando em formação com a sua esquadrilha sobre a ilha de Tulagi, ao sul das Ilhas Salomão. Por volta das 10:00 horas, uma formação de pelo menos 150 Foo-fighters voavam a uma altura incrível, bem acima das nuvens e sobre a esquadrilha. O sargento Stephen Brickner achou muito difícil ser máquinas japonesas ou alemães. Não houve confronto, mesmo porque seria impossível atingi-los pela enorme altitude em que se encontravam. O interessante é que esses veículos pareciam ser esféricos, de cor cinza metálico e giravam em torno de seu próprio eixo.

Terminada a Segunda Guerra Mundial, os Aliados perceberam que não havia o menor fundamento a hipótese de se tratar de alguma espécie de arma nazista. Na verdade, os Foo-fighters também importunavam os alemães. Havia tantos relatos dos pilotos da Luftwaffe sobre essas misteriosas máquinas voadoras que, em 1944, foi criado o projeto secreto de investigação denominado "Sonder Büro nº 13" (Base Especial nº 13).

Este projeto, que se ocultava sob o nome de "Operação Uranus", era composto por oficiais de aviação, engenheiros aeronáuticos e conselheiros científicos. O "Sonder Büro nº 13" tinha o objetivo de recolher, avaliar e estudar os relatórios de observações dos pilotos sobre estranhos objetos voadores que apareciam perto dos aviões alemães e, ainda, voavam com eles em formação durante alguns minutos. Com efeito, parece que os alemães começaram a ver estes estranhos objetos desde 1943, onde os relatórios começaram a chegar no Estado Maior Superior do Exército do Ar da Alemanha. A criação deste projeto de pesquisa secreto pelo alto comando militar alemão prova que os Foo-fighters eram um mistério a ser desvendado também para os nazistas.

Em 1943, um ano antes da criação do projeto "Sonder Büro nº 13" pelos alemães, os ingleses haviam criado uma pequena organização que tinha o mesmo objetivo. Dirigido pelo tenente general Massey, este projeto britânico foi chamado de "Projeto Massey" e apurou, após um inquérito preliminar, que as luzes que circulavam no meio dos bombardeiros eram flashes provocados com fins psicológicos para desorientar e assustar os pilotos – uma arma psicológica nazista.

O projeto Massey, neste inquérito preliminar, refletia a opinião dos aliados com relação aos objetos aéreos não identificados durante a guerra. Vejamos uma explicação fornecida por um ex-oficial aviador da USAF, que quis ter sua identidade resguardada porque, na época, ainda trabalhava para uma repartição da USAF. Este oficial declarou textualmente para a revista "American Legion Magazine", de Nova Iorque:

"(...) provavelmente os Foo-fighters são o desenvolvimento de uma arma psicológica usada pelos alemães. Durante as missões noturnas sobre a Alemanha Ocidental, eu avistei por várias vezes discos ou globos luminosos que perseguiam as formações aéreas. Como se sabe, os caças noturnos alemães tinham potentes faróis colocados na proa ou nos cubos das hélices... faróis que tinham a finalidade de apontar para o alvo, para enquadrá-lo melhor, e também para ofuscar as metralhadoras das torres de comando dos bombardeiros inimigos. E esses faróis resultavam em freqüentes alarmes que provocavam uma continua tensão nervosa nas tripulações de nossos aviões, baixando o rendimento das suas ações. E no último ano de guerra, os alemães enviaram contra nós um certo número de corpos luminosos aéreos radio-comandados para perturbar o dispositivo de ascensão dos motores e o funcionamento do radar de bordo". Esta é uma das raras fontes que indicava a certeza das fileiras militares de que os foo-fighters eram uma arma secreta alemã – ignorando que os próprios alemães também eram incomodados pelo fenômeno a ponto de criar um projeto especial para lidar com o assunto.

Outros comentários de oficiais dos Serviços Secretos para a revista "American Legion Magazine" sugeriam que o fenômento dos Foo-fighters nada mais eram que aparelhos radio-controlados que os alemães enviavam para interferir nos radares aliados durante os bombardeamentos noturnos.

Porém, o "Projeto Massey" progrediu nas suas investigações e, através de um espião infiltrado (um agente duplo) na Alemanha, foi descoberto que os Foo-fighters não eram dispositivos alemães, pois os próprios nazistas cogitavam a possibilidade de serem armas secretas dos aliados. Um ano depois, em 1944, o "Projeto Massey" foi extinto pelos ingleses – coincidindo com o fato de que o agente duplo foi denunciado e executado pelos alemães na primavera daquele ano.

De qualquer forma, surgiram outras explicações para o fenômeno. No dia 01 de janeiro de 1945, o editor científico da "Associated Press", Howard W. Blakes, numa entrevista radiofônica, disse que os Foo-fighters eram apenas o fenômeno dos "Fogos de Santelmo". Ou seja: luzes naturais produzidas por indução eletrostática das asas e extremidades dos aviões. Segundo Howard W. Blakes, como não eram objetos materiais, eles não poderiam aparecer mesmo nos monitores dos radares, tal qual os relatórios militares afirmavam.

Dentre aqueles que defendem que os Foo-fighters eram armas secretas alemãs, sobressai o nome de Renato Vesco, um engenheiro aeronáutico e escritor alemão. Segundo Vesco, os Foo-fighters eram veículos voadores não tripulados com o nome código de "Feuerball". A principal finalidade desses engenhos era interferir nos radares aliados através da ionização da atmosfera obtido a partir de fortes campos eletrostáticos e impulsos eletromagnéticos gerados por válvulas Klystron. Controlados a partir de terra via rádio, a propulsão era retirada de um motor de reação – um tipo especial e secreto e que era a causa do halo luminoso que daria ao engenho o nome de "Feuerball" (bola de fogo).

Será que os Foo-fighters eram realmente uma arma secreta nazista, Fogos de Santelmo ou uma manifestação do fenômeno UFO na Segunda Guerra Mundial? O fato é que, terminada a guerra, o fenômeno das "esferas luminosas" continuava e ainda continua se manifestando em diversas circunstâncias ao redor do mundo. E, em alguns casos, não são facilmente explicáveis como fenômenos naturais e humanos.

sábado, 1 de março de 2008

A BASE SUBTERRÂNEA DE DULCE




































Os prisioneiros da base Dulce
Por Sherry Shriner
Http://www.sherryshriner.com


Existem dois governos de ocupação dos Estados Unidos da América hoje. Em primeiro lugar, há o tradicional governo instituído pelos nossos fundadores, fundado na Constituição e um governo eleito, e que é o fascista-Bavarian Illuminati-backed "underground ou sombra governo", dirigido pelo Corporate-Militar-Industrial governo, o que é Lutar contra o tradicional América sobre o seu próprio solo. Em outras palavras, os dois setores são os judaico-cristã baseada Constitucional República da América ea Luciferian-culto de base socialista império da Baviera, conhecidos como os Illuminati bávaros ou.

Talvez logo em 1776, um gradual golpe foi em curso por sociedades secretas Illuminati para minar, overpower, e assumir a forma tradicional de governo na América e estabelecer uma ditadura fascista Luciferian trabalhando sob o disfarce de uma Nova Ordem Mundial.

Ao longo dos últimos 70 1933, essa Nova Ordem Mundial Shadow financiado pelo Governo americano fiscal dólares e drogas ilícitas e armas trades foi desenvolvido e implementado juntamente com o nosso governo, mas manteve escondido normal e fora de opinião pública por uma mídia controlada e os seus assassinos treinados .

Existe uma inevitável guerra espera entre a superfície governo eleito e quem irá lutar para defendê-la e os subterrâneos conjuntas humanóide-reptilian-draconianas Nova Ordem Mundial se liberdade é para ser preservada. Ao longo dos últimos 40 anos, a Nova Ordem Mundial, com sucesso, tomadas durante o processo eleitoral para garantir um dos seus seguidores é sempre eleito como presidente. A opinião pública americana tem sido enganadas e jogou como tolos por aqueles que querem destruí-los a partir de dentro. Este conjunto alien-humano dominação está quase concluída.

É este conjunto alien-humano que o governo tem secretamente minado o nosso processo eleitoral, mentiu para o povo americano, e tem servido como presidentes e muitos dos nossos Congressistas desde a década de 1970.

Secret Societies regra nosso governo. Nem um presidente foi eleito, nos últimos 30 anos, que não era um membro do Conselho de Relações Exteriores e da Comissão Trilateral, gerido pela Illuminati. A insígnia da Comissão Trilateral é a mesma insígnia visto em Alien aeronaves.

É o fascista núcleo da NSA e da CIA que tem sido o Illuminati do braço de controlo e protecção aqui na América. É neste núcleo, que protegem as informações sobre estas bases e os alienígenas aspecto do governo sombra de serem expostos. É neste núcleo que é o link direto, não só para os estrangeiros que directa nos bastidores, mas o próprio Vaticano que se senta no topo de tudo. Nem o próprio Papa, mas o Black Papa posição, o poder real no Vaticano que se esconde por detrás do "branco" Papa e é praticamente o Seat de Lucifer próprio. O Draconians, dragões, de que Satanás é, corremos o Vaticano e os Illuminati e que esta regra alien-humano império Lucifer através do Vaticano.

É a NSA cujo pessoal declaradamente piloto a preto-orçamento UFOs entre a Luna (Alternativa 3) base em Marte e as Dreamland base na Área 51, Nevada. É a NSA e DIA que operam as suas próprias frotas UFO em nosso céu nocturno, tanto ao lado e em oposição ao estrangeiro artesanais. A questão não é fazer UFOs existem, mas quem é que arvoram-los?

Há muitos segredos subterrâneos facilidades como o Los Alamos base que fornece uma garagem subterrânea para os humanos-Americana UFO frotas localizadas em Los Alamos, Novo México. Mesmo assim, é o Archuleta Mesa que é considerada a capital do alienígena segmento do segredo (Baviera-draconianas-Illuminati-Alien) NWO governo na América, enquanto que o Aeroporto Internacional de Denver é a capital do Homem segmento do segredo NWO governo.

Em muitos underground bases, esses estrangeiros eo homem trabalhar ao lado uns dos outros. No entanto, o Senhor mostrou-me que estas pessoas que concordaram em trabalhar com os estrangeiros foram assumidas por eles e são controlados por eles. Os seres humanos têm sido possuído pelos estrangeiros e equiparados no estrangeiro coletiva, que é controlado e manipulado pelo próprio Lúcifer.
Quando os nossos funcionários governamentais primeiro fez contato com esses estrangeiros e começou a assinar tratados com eles, o processo estava em curso para Luciferian controle total do nosso governo pela porta das traseiras sombra governo. O nosso governo, ingénuo para as táticas e estratégias do diabo, deu-lhe permissão para trabalhar indirectamente através do seu alien forças para trabalhar com os nossos funcionários governamentais e militares, permitindo, assim, inadvertidamente para a eventual posse e scalping alma de todos aqueles que entram em contato Com esses estrangeiros.

Occultic sociedades secretas e grupos que têm existido desde o início dos tempos, sob diferentes nomes todos criados para adorar Satanás e escravizar os envolvidos para Lucifer ter entrado em quase completa dominação nestes últimos dias de quase todos os governos do mundo.

Apenas alta classificação Freemasons, Rito Escocês, e outras sociedades sob a égide da Luciferian controlo tenham sido admitidos em cargos de segurança apuramento para ganhar ainda entram em contato com esses estrangeiros. Mesmo no ranking níveis mais baixos destas sociedades os membros são obrigados a reconhecer fidelidade a Lúcifer como o Deus da Luz ou de Deus neste mundo ou qualquer outro enganosos verbage eles são obrigados a recitar como um juramento e é isso que dá Lucifer's demônios e estrangeiros Permissão para possuir e controlar estes seres humanos.

O lado escuro e forças do mal operam numa base permissão. Quando alguém toma um juramento de Satanás, não importa como eles são enganadas sobre o tipo de juramento que estão tendo, estão dando-lhe permissão para entrar, demonizar e eles possuem. Secret Societies que exigem juramentos para aderir eles são do diabo. Tornar juramentos ao lado escuro permite a demoníaca de possuir essas neles, e quando eles estão fisicamente mortos, Satanás irá possuir suas almas para sempre. Enquanto isso, eles podem ser alma-scalped e substituído por estrangeiros ou demônios que, em seguida, tomar sobre os seus corpos.

Esta sombra governo correr paralelamente nosso é controlada por essas sociedades secretas. O Conselho de Relações Exteriores e da Comissão Trilateral são, na realidade, sociedades secretas, porque, para ser aceite como membro de qualquer um deles, um tem que ser um mason ou membro de um dos outros Lucifer sociedades controladas. A este nível, isso permite aos estrangeiros para completar corporais tomar posse do homem envolvido com eles. E esta é uma das áreas onde a forma de mudança de fenómeno provém.

Para aqueles que estão envolvidos com o governo sombra e sociedades secretas, primeiro eles perdem a sua individualidade e autonomia como seres humanos. Em seguida, eles perdem os seus corpos, e eventualmente suas almas. Muitos foram alma-scalped e substituído por estrangeiros-se agora que habitam os seus corpos permanentemente.

Há evidências de um acordo chamado de "100 Tratado", que teve início em 1933 por Franklin Roosevelt entre os estrangeiros eo governo dos Estados Unidos. Foi pouco tempo depois começou a ter lugar acordos que a infestação alienígena do nosso governo eleito e escritórios começaram a ocorrer. Quando você ir para a cama com o diabo, você não vai sair de a aparência de um anjo.
A Science Fiction filme Close Encontros da Terceira Kind foi vendido ao público como o primeiro contacto que tivemos com estrangeiros, naturalmente criado na ficção formato para que ninguém iria acreditar. Mas, na realidade, havia sido feito contato em 1933. Poderia ter sido mais cedo do que isso, mas, se houver contato, tem sido mantido bem escondida.

Sabemos que existem muitas bases subterrâneas, praticamente underground cidades que são mantidos bem escondida e fora da opinião pública que emergiram-se como resultado de ter contato alienígena e fazendo tratados com eles.

Estes tratados apelou a bases comuns para ser construído para o intercâmbio de tecnologia com estrangeiros. Nossos cientistas e peritos que trabalham lado a lado com estrangeiros e ensinou as novas formas de tecnologia que havia sido acordado.

Por exemplo, o nosso governo permite que os estrangeiros mutilate para animais e seres humanos seqüestro em troca de tecnologia antigravity, microchips, lasers, a energia livre e muito mais. Em troca, que concordou em negar a sua existência, a sua cobertura caiu UFO's, mentir sobre raptos humana e animal mutilações e manter uma tampa sobre um estrangeiro presença neste país, ao passo que estes estrangeiros mutilado animais para partes do corpo humano para experiências e sequestrado, hibridação , Soul scalping, chip implantação, a mente controle de programação, dreamscape manipulação, a engenharia genética experimentos, cruzamentos, clonagem, a colheita, para partes do corpo, utilizando seres humanos para fins alimentares. Entretanto, o nosso governo olha o outro caminho e protege-los enquanto eles estão fazendo. E isto acontece ainda hoje.

Ao mesmo tempo, enquanto os estrangeiros têm vindo a executar as suas odiosa agenda para nós e em todo o mundo, a nossa sombra, o Governo foi ensinado esta mesma tecnologia e foi implementá-la em nós próprios, como a implantação de chip, a mente controle de programação, dreamscape manipulação, genética Experimentando (super soldado), a clonagem, e global de monitoramento e controle. Temos também aprendeu antigravity investigação e literalmente ter as nossas próprias UFO frotas que são construídos no subsolo, testada no Espaço 51, pintado na Área 52 e armazenados em Los Alamos, entre outras bases.

Algumas das diferentes forças de segurança que protege e guarda dessas bases incluir o Delta Force, Black bonés, Air Force Blue bonés, Secret Service, Division Cinco FBI, CIA Stormtroopers e da base (s) próprio especial de segurança próprias. Foi alegado que muitos envolvidos com a segurança destas divisões foram alma-scalped ou programados para mantê-los sob o controle do governo estrangeiro sombra.

Quero atenção aqui no Dulce base. Talvez mais tarde o Senhor irá levar-me para expor os outros. Mas, por agora esta base foi trazida à minha atenção por Ele, e seria falta de dever de não trazer mais atenção para ele, onde ele é, e aquilo que ela é.Minha informação vem do Altíssimo Deus, que me deu espiritual visões sobre estas bases, juntamente com relatos recolhidos e escrito por William Cooper, Phil Schneider, Thomas Castello, Branton, e outras pessoas que arriscaram as suas vidas para trazer informações sobre estas bases subterrâneas Público. William Cooper e Phil Schneider foram mortos, e Thomas Castello é supostamente morto também. Muitos outros, como a Branton, agora de um bom amigo meu, tem sofrido através de assassinatos ou tentativas são constantemente monitorados e assistiu como resultado da sensibilização da opinião pública para levar estas bases subterrâneas.

A Base Dulce

Este conjunto CIA-Homem-Alien base está localizada sob o Archuleta Mesa em Dulce, Novo México. Perto da fronteira Colorado e situada no Jicarella Apache Indian Reservation, a Dulce Base é de aproximadamente 2,5 milhas noroeste da Dulce uma localidade situada ao largo E.U. 64, com uma população de cerca de 900-1700 pessoas. Dulce é uma pequena cidade com um motel e uma estação de gás, mas abaixo da superfície de toda a área se encontra uma vasta e complexa rede de bases e sistemas de vaivém que cruzado por todo o país. Dulce é a plataforma central.

A Base Dulce é mais conhecida tecnicamente como uma Biogenetics Laboratório incluindo, mas não por meios limitados a: Manipulação Atómica, a clonagem, psíquico humano investigação, a mente controle avançado, animal / humana cruzamentos, visuais e audio chip implantação, bem como o rapto e alimentação fora de Seres humanos, incluindo as crianças.

É o segundo maior Reptilian e Grey base na América do Norte, mas ainda assim é o Central Hub para todas as bases subterrâneas. A maior base está localizada por Taos, Novo México.

A Base Dulce foi construída em cima de cavernas profundas que se estendem por centenas de quilômetros subterrâneos. Existem 7 níveis da Base Dulce que são conhecidos de. As cavernas abaixo estão desligados limites, e mesmo a maioria dos níveis si não são acessíveis sem apuramento rigoroso de segurança para aqueles que qualificam-se sobre elas.

Os três primeiros níveis conter escritórios governamentais e uma garagem para a rua manutenção. A base em si é tão grande como a cidade de Manhattan. Sim eles têm estradas e energia elétrica para conduzir veículos. O segundo nível inclui escritórios e uma garagem para trens, ônibus, tunnel-boring manutenção de máquinas e UFO. O terceiro nível é na maior parte dos gabinetes governamentais.

O quarto nível da Dulce Base realiza pesquisas e experimentos sobre o humano psychy, sonho manipulação, hipnose e telepatia. Todos os aspectos da mente controlo programação terá lugar aqui também.

As testemunhas têm descrito enormes cubas contendo âmbar com líquidos do corpo humano no quinto nível que estão constantemente agitado por um braço robótico. Fileiras e fileiras, milhares de gaiolas foram também observados exploração homens, mulheres e crianças para serem usados como alimento e colocados em cubas para a esses estrangeiros.

O sexto nível é chamado de "Nightmare Hall". Contém os laboratórios genéticos, e é neste ponto que o cruzamento de experiências seres humanos e animais são conduzidos. As pessoas têm relatado visto peixes, focas, pássaros e ratos que são muito alteradas das suas criações originais. Existem multi-armados e multi-patas homem e várias gaiolas e cubas de humanóide bat-como criaturas até 7 metros de altura, 7 pé humano com asas de morcego e como recursos.

No sétimo nível são milhares e milhares de seres humanos em frigoconservação incluindo crianças.

Estes últimos andares são as únicas que o Senhor trouxe a minha especial atenção.Em sua insano desejo de ter humanos como os seus próprios corpos, Aliens ter aperfeiçoado a capacidade de tirar uma pessoa da alma para fora do seu corpo e colocá-lo "em outro lugar." Isto dá-lhes acesso a um corpo humano desprovido de uma alma. O corpo é um fantasma, uma carcaça, e eles podem assumir e possuir este corpo e usá-lo para si. Este é designado como "a pé-no." Existem dois tipos de pé-ins. Estrangeiros podem andar-in vivo e possuir um corpo humano, e / ou de um homem morto, ou neste caso, a viver a sua alma humana que tinha retirado e, em seguida, seu corpo foi retomado e caminhou-se por um estrangeiro.

O que acontece com as almas? O que é uma alma? A alma é o que você faz de você. Somos almas, e nossos corpos são apenas conchas que cobrem nossas almas. Poderemos nós existem fora do nosso corpo? Sim, como um espírito, em espírito formulário. Os estrangeiros são rapto homem e tendo as suas almas e, em seguida, colocar estas almas em recipientes de armazenamento, mesmo caixas e, em seguida, tendo ao longo dos corpos humanos como os seus próprios.

A pessoa que foi raptado e raptado não está morto. Eles ainda estão vivos, mas agora como uma alma, que são capturados em que contentor ou caixa de armazenamento foram postas em. Eles se tornam prisioneiros detidos nesses recipientes de armazenagem sem saída.

Isto é o que o Senhor me revelou, e isso pode ser verificado por outros que tenham divulgado as informações sobre essas bases, e se as pessoas que hoje trabalham nessas bases deveria apresentar como contactos, que podem ser capazes de parar este, de uma vez por Todos e exigir um inquérito Congresso (a maior parte dos congressistas e congresswomen nem sequer sabem estas bases existentes). É preciso que essas pessoas livres e bombardear essas bases de existência!

Nós não somos ignorantes agora para o que está acontecendo. Sabemos agora. Você está lendo este e agora você é mais uma pessoa que sabe. E cabe-nos a fazer alguma coisa! É hora de começar a gritar e não parar de gritar até que todos os última pessoa é liberado como um prisioneiro a partir desta base e outros como ele. Ore para a libertação destas almas. Há poder em praye, r e através da oração, estas almas que estão a ser preso PODEM SER libertado e enviado para o Senhor ou apenas definir livre da prisão.

Centenas de milhares de crianças e adultos desaparecem todos os anos neste país sozinho. O nosso governo e dos meios de comunicação que cobrem até por sub-relatar o número real de pessoas que desaparecem, não reportá-lo de todo, tornando-o parecer que eles são apenas diferentes casos de runaways, deixando um cônjuge ou com os filhos. Muitas dessas pessoas que acabam por desaparecer nestes underground bases para nunca ser ouvido de novo.

O Centro Para as Crianças Desaparecidas e Exploradas (executado pelo Governo para controlar spin) estima que 300000 crianças estão faltando cada ano. Este número poderia ser muito, muito maior e provavelmente é. Mais de dez anos que a 30 milhões de crianças. Isso é uma grande quantidade de alimentos e colhidas órgãos para os estrangeiros, não se pensa? Durante 30 anos, que é 90 milhões! Eo nosso governo vai matar pessoas para mantê-la calma, em vez de mantê-la de acontecer. Porquê? Porque em troca de seu silêncio, a dar-lhes tecnologia estrangeiros.

Que tecnologia desde a década de 1950, foi no valor superior a 120 milhões de vidas? Principalmente as crianças? Lasik cirurgia, feixes laser, computadores, o microchip, microondas, a quase totalidade dos nossos avanços na eletrônica e humana chip implantação vieram do estrangeiro. Será que precisamos deles? Muitas invenções por nossos próprios cientistas e inventores foram confiscadas pelo governo e, em seguida, a pessoa jogado na prisão ou prisão para mantê-los a partir de protesto.

Livre energia, a cura para o cancro, sida e ainda foram encontradas tão longe como há 30 anos atrás, mas o governo confiscou e confisca os inventos e patentes e já matou os próprios cientistas e inventores. Eles não querem a cura quando morrer indústria é um grande negócio. Eles não querem que você sarar; sua finalidade é a matar-te. Aids foi concebido por eles para começar e para direcionar e matam indesejáveis populações com predisposição tipos de DNA. Despovoamento é uma grande parte da agenda Illuminati-NWO. E eles não querem que você tenha energia livre quando eles estiverem fazendo bilhões de dólares tornando você paga por ele. Sob a Nova Ordem Mundial, os humanos nada serve como escravos, mas se elas não estão a ser utilizados como alimento alienígena. Nós pagamos para eles existem no underground mansões temos construído para eles com os nossos impostos dólares. Temos construído no mundo underground super-lhes um tubo shuttle sistema. Eles podem viajar underground para quase qualquer lugar do mundo, a velocidades que não podemos sequer imaginar sobre a superfície da terra.
Pense sobre estas coisas quando você ouvir o termo Nova Ordem Mundial e / ou de Governo Sombra.

Quando George Bush Sr. primeiro anunciaram publicamente a criação da Nova Ordem Mundial, em 1991, ele foi, com efeito anunciar publicamente um estrangeiro assumir da nossa nação e à substituição da nossa república ea Constituição com uma Luciferian e Alien dominante governo.

Agora você ainda acreditam as mentiras que ele era um cristão? Quem é atualmente o nosso presidente? Seu filho. Ambos são mergulhado em sociedades secretas e os bávaros e Skull Bones Society. Eles mentiram para você. O governo está mentindo todos os dias para nos informar sobre quem eo que elas realmente são.

Está na hora de tomar o nosso país de volta. Nosso processo eleitoral presidencial foi decidido pelo bávaros (homem possuído e controlado por estrangeiros), uma vez que Kennedy foi assassinado por recusar-se a ir junto com eles.

A Controladoria sombra deste governo são literalmente alimentação off nosso povo. Eles estão trabalhando nos bastidores do nosso governo eleito para apresentar ao público a mentira de que ainda temos um governo eleito, embora tenha sido controlar o topo escritórios de anos através de alien dominado humanos. Os estrangeiros que permanecer nos bastidores, conhecidos como os controladores que você não vê, são as únicas dirigir e controlar o underground alien império temos construído para eles. Eles são os únicos direcionando o chip implantação de toda a nação através da vacinação, gripe tiros etc. E da infestação e assimilação dos estrangeiros na nossa sociedade como híbridos, soul-scalped seres humanos, e clones. E eles assassinar e alvo as pessoas que se atrevem expô-las.

I servir a Deus, o Altíssimo, e não estou medo deles. Maio Jeová, o Altíssimo ser exaltado e nossa nação voltaram a Ele então, Ele pode nos levar do grip e mãos dos bávaros. Se América opta por ignorá-la, ficar em repouso e não fazer nada, o nosso desaparecimento está assegurado.

Milhares e milhares de pessoas estão sendo mantido cativo em jaulas como animais na Base Dulce. Ainda mais milhares estão sendo mantidos em frio, e, mais ainda, são capturados em caixas de armazenamento sem saída.

Dulce Base é sobre NOSSA solo. Está na hora de trazer mais consciência sobre o que esta base é, onde está e obter algo feito sobre este enorme rede de bases alien subterrâneo. Devem ser destruído!

Estamos em guerra folks. Se as pessoas deste país não se levante contra o mal que está dominando nós, serão aniquiladas por elas. Ele não é se, mas quando. Aliens estão a tomar sobre o nosso país e quando o véu é levantado, você vai começar a vê-los mais e mais. Shape deslocando-se transformará em um site comum, que já está quase no topo aos círculos políticos, mas não a Capital Hill porta giratória políticos, bem como aqueles que são "feitos para toda a vida" no Congresso e nunca irão perder os seus lugares, pois " Re parte dos bávaros. Os eleitos para a Casa Branca SÃO bávaros, juntamente com toda sua gabinetes.

Buscam o Senhor, como o que ele teria que fazer. Mas o que é mais importante, rezar para esta nação e para os prisioneiros de Dulce Base e os outros como se a ser postos em liberdade.

Todas as manhãs, pelo menos 500 pessoas chegam a um terminal de embarque restrito na ala norte do Aeroporto McCarran, em Las Vegas, Nevada. Lá, embarcam num Boeing 737-200 sem qualquer tipo de identificação. Após 30 minutos de vôo, chegam ao seu destino final: Base Aérea de Groom Lake, cerca de 170 km ao norte da capital mundial dos cassinos. O local também é conhecido como Área 51, Dreamland [Terra da fantasia] ou simplesmente The Ranch [A fazenda]. É uma área tão secreta que o governo norte-americano só admitiu sua existência oficial em 1994, e ainda assim com muitas restrições. Mas que segredos tão importantes poderiam estar escondidos neste local?

Parte dessa resposta foi dada no dia 18 de abril passado, através do site TerraServer, na Internet. A empresa, sediada na cidade de Raleigh, também nos Estados Unidos, é especializada na obtenção e comercialização de imagens digitais via satélite, que disponibiliza para compra através do endereço www. terraserver.com. Quem visitou o site a partir daquela data pôde ver em detalhes inéditos, dúzias de fotografias da Área 51, embora com poucas explicações. As imagens foram obtidas no dia 17 de março de 1998 num trabalho em conjunto das empresas Aerial Images, Inc., Microsoft, Compaq e Kodak. O satélite usado para fazer as fotos digitais é de uma empresa soviética ligada à Agência Russa de Aviação e Espaço, a Sovinformsputnik.

“Conheça os segredos da área militar mais bem guardada do mundo”, dizia o site da TerraServer. De fato, as detalhadas imagens mostram o real tamanho dessa que é uma das maiores e mais secretas bases militares de todo o planeta. A Base Aérea de Groom Lake ocupa apenas uma fração da área total onde está Dreamland. Durante muito tempo, o mundo apenas suspeitava que uma base como a Área 51 existisse – apesar de alguns ufólogos falarem abertamente sobre o assunto desde os anos 70. A unidade é gigantesca, e tão secreta que não aparece em qualquer mapa civil ou militar que não seja destinado ao uso por autoridades de altíssimo escalão. E tem décadas de existência: desde a Segunda Guerra se testam armamentos secretos em suas instalações, o que justificaria a segurança e confidencialidade máximas.

Entretanto, depois do explosivo aumento no número de ocorrências ufológicas em todo o mundo, principalmente nos Estados Unidos, a Área 51 e outras instalações militares com os mesmos recursos passaram também a comportar experiências secretas com UFOs acidentados e resgatados em todo o planeta. O complexo principal de Dreamland tem sua estrutura básica quase toda alojada abaixo da terra, em prédios subterrâneos que, segundo especialistas, teriam mais de 20 andares. Nas fotos reveladas pela TerraServer podem ser vistas entradas misteriosas para esse universo subterrâneo. Agora, após sua exposição, os ufólogos do mundo inteiro se perguntam – dessa vez somados à população, que já conhece a verdade sobre o local – duas coisas. Primeiro, se o governo vai de uma vez admitir sua existência.

Segundo, se o número 51 é indicativo de que outras 50 unidades iguais tenham sido construídas antes dela.
Quantas foram depois só o tempo dirá.

Numa das fotos mais nítidas é mostrada uma pista de pouso e decolagem de 9 km de extensão, o que equivale a quase 50 campos de futebol colocados lado a lado. O satélite da Sovinformsputnik revelou que a pista é maior do que algumas das mais gigantescas do mundo, alojadas em aeroportos como Los Angeles, Atlanta e Frankfurt. Mas, para que se necessita de uma pista com essa enormidade? Talvez a resposta esteja na construção de aviões invisíveis ao radar, como o Stealth e Aurora, desenvolvidos e testados no local. Entretanto, as imagens da TerraServer são bem complexas. Algumas mostram como a área cresceu, inclusive detalhando a reconstrução e expansão do conjunto de prédios e alojamentos militares que lá existem. Numa das imagens vêem-se instalações recém construídas e até um descomunal paiol de munições.

Aqui reside um problema da maior gravidade: o governo norte-americano irá ter incômodas dores-de-cabeça para explicar à nação como novos prédios foram erguidos naquela que é uma área militar inexistente, segundo todos os informes e declarações oficiais. E não se pense que tal cobrança não será feita: a Área 51 é objeto constante de programas da forte e incisiva Imprensa daquele país. Até Larry King, da CNN, já fez entrevistas com estudiosos do problema, diretamente dos arredores da base e ao vivo! A questão da segurança nacional envolvendo Dreamland é tão complexa que Hollywood satirizou o fato no filme Independence Day, quando fez alusão ao fato de que o próprio presidente norte-americano desconhecia sua existência. “Clinton pode saber que ela existe, mas tem apenas vaga idéia do que se faz lá”, declarou recentemente o físico e ex-funcionário da área Bob Lazar.
Hangares Gigantescos

Noutra fotografia da TerraServer podem ser vistos o que se parece com quatro gigantescos hangares para aviões, ao lado da referida pista. Ampliando-se a imagem, se observa também alguns ônibus, torres de tráfego aéreo e até carros – muita atividade para um lugar que sequer consta dos mapas oficiais. “Se você perguntar a qualquer morador daquela região sobre a base, vão lhe dizer até onde ela fica e a que horas podem ser vistas luzes estranhas”, disse à Revista UFO o estudioso David Darlington. “Mas se você fizer a mesma pergunta a uma autoridade ou até mesmo a um guarda de trânsito, eles jamais admitirão a existência do local”. Alguns estudiosos já afirmaram que um dos hangares da foto seria o famoso Hangar 18, tema de livros e até de um filme sobre a queda de uma nave extraterrestre.

Mas a confusão foi desfeita rapidamente, pois o referido hangar, hoje desativado, ficava na Base Aérea de Wright-Patterson, em Ohio. Era para lá que corpos de alienígenas e naves extraterrestres acidentadas eram enviados, antes da Área 51 ser usada para o mesmo fim.

A reação da comunidade científica norte-americana à revelação das fotos foi imediata e dividiu celebridades. “Eu quero ver discos voadores como qualquer outra pessoa”, disse John Pike, da Federação Americana de Cientistas. “Nas fotos pode ser vista intensa atividade acontecendo naquele lugar. Parece que muita verba é aplicada na Área 51, mas pouquíssima informação sobre seu uso sai de lá” . Ufólogos também se agitaram em todos os cantos da Terra. Pela primeira vez, algo verdadeiramente importante estava acontecendo e tinha chances de forçar o governo a admitir a existência de Dreamland definitivamente. A TerraServer, portanto, está fazendo um grande favor à comunidade ufológica internacional. A tecnologia que empregou na obtenção das fotos só era utilizada, até então, pelas agências de inteligência mais preparadas do mundo, com seus satélites espiões de alta especialização.

Com tais instrumentos em mãos, imagina-se que até 2003 mais de 10 empresas de cinco países se beneficiem diretamente da obtenção de fotos de alta resolução em qualquer parte do globo. Isso está deixando o governo dos EUA preocupado, pois se acredita que imagens como essas possam encorajar a indústria internacional da espionagem e, conseqüentemente, ataques contra a sociedade por grupos extremistas.

Ao longo dos anos, a Área 51 tem sido exemplarmente bem guardada por militares em jipes, helicópteros Pave Hawk e aviões diversos. Um sofisticado sistema de detecção de presença capta tudo o que se mexe em seu perímetro, ativando os guardas que vão ao local da intrusão e removem os que se aventurarem pelos morros em volta da base. Esses sensores são tão modernos que seriam capazes de “sentir” literalmente o cheiro de estranhos e poderiam distinguí-los de animais. Somente de cima de alguns deles, aliás, e em condições absolutamente favoráveis, é que se consegue ver algo da área. Isso, se os militares não prenderem o curioso.

Há placas espalhadas por todos os cantos, informando que intrusos podem ser detidos. Na verdade, pela extensão da lei de segurança nacional dos EUA, um curioso capturado nos arredores de Dreamland pode ficar detido sem qualquer explicação a dar ou receber por até 72 horas. Em determinadas circunstâncias, os guardas podem atirar para matar – sem qualquer pergunta ou titubeio.

O perímetro de segurança da área cresceu muito nos últimos anos, como mostram as fotos. Até 1984 era fácil observá-la da montanha Bald e de outros lugares mais altos, que ficam ao norte das instalações militares. Mas, devido às hordas de curiosos que para lá acorriam, a Força Aérea Norte-Americana (USAF) estendeu a área da vizinha Base Aérea de Nellis, cerca de 100 km de Dreamland, de forma a reforçar a segurança do local contra invasões. Entretanto, dois morros ao sul de Groom Lake ainda ofereciam uma visão razoável da base até 1995, quando as autoridades também suprimiram este acesso. As localidades de White Sides Peaks e Freedom Ridge foram então anexadas ao complexo militar que, insistem as autoridades, não existe...

Felizmente, agora temos as fotos de satélite para apreciar. E isso é bom para a saúde dos ufólogos, que corriam sérios riscos adentrando os arredores de Groom Lake. A duas horas de carro de Las Vegas, pela rodovia NV-93, em pleno deserto de Nevada, estima-se que o complexo militar de Dreamland tenha 9 mil hectares, inserido numa área equivalente ao tamanho da Suíça.

Seu espaço aéreo é o mais inviolável dos EUA: nenhuma aeronave tem permissão para sobrevoá-lo, nem mesmo de companhias aéreas regulares que atendem ao sul do Nevada e da Califórnia. Em seus primórdios, a Área 51 já serviu como base secreta de operações para a Lockheed Aircraft Corporation desenvolver aviões de espionagem para a CIA. Mas foi usada também pela Comissão de Energia Atômica dos EUA para testes de bombas – inclusive nucleares. Segundo especialistas, a área continua sendo a sede de alguns dos projetos mais revolucionários dos EUA – não porque a tecnologia lá utilizada seja de segurança nacional no país, e sim porque teria origem extraterrestre.

Tecnologia Alienígena

Desde o estabelecimento da Área 51, várias pessoas declararam ter visto estranhos objetos sobrevoando seu espaço aéreo e arredores, mas as autoridades sempre negaram os fatos. Contudo, um de seus próprios funcionários declarou que na base, além de projetos militares avançados que usam tecnologia alienígena ativamente, discos voadores genuinamente extraterrestres também seriam objetos de estudo. As naves, resgatadas intactas ou não em acidentes, eram consertadas ou reconstruídas em Dreamland e depois submetidas à prova por pilotos de testes. Foi o próprio físico Robert “Bob” Lazar quem fez tal afirmação, sendo seguido por vários outros ex-funcionários das instalações de Groom Lake. “Quase todos os dias eu pegava o avião em McCarran e ia à ‘Fazenda’, onde trabalhava em tecnologia revolucionária”, declarou Lazar, que trabalhou cinco meses na base, a partir de dezembro de 1988. O piloto de testes e herói de guerra John Lear, filho do então proprietário da fábrica de aviões a jato Learjet, foi um dos que colocou os UFOs à prova.

Lazar recentemente estendeu suas declarações e informou que o governo norte-americano estava pesquisando nada menos que nove discos voadores na Área 51, e tentava adaptar sua tecnologia em projetos terrestres, com o uso da chamada engenharia reversa. Por suas declarações, ele e sua mulher receberam várias ameaças de morte. Assim, evitando correr riscos, em novembro de 1989 decidiu aparecer em público e confirmou suas alegações. Disse que há um lugar secreto no interior da Área 51, conhecido como S-4, próximo ao lago seco Papoose, onde as naves alienígenas eram guardadas. Explicou que seu trabalho se dava justamente naquelas instalações, junto a uma equipe de 22 engenheiros contratados para estudar os sistemas de propulsão dos discos voadores. Agora, as novas imagens da TerraServer confirmam as declarações de Lazar, mostrando detalhes de tais instalações.

Ainda segundo Lazar, o S-4 era um enorme complexo subterrâneo que ocupava toda a área de uma cordilheira de montanhas. No início, o físico pensou que estivesse trabalhando com uma tecnologia altamente sofisticada criada pelo homem. Mas quando entrou em um dos discos voadores lá alojados, convenceu-se de que se tratava de algo de outro mundo, porque tanto sua forma quanto suas dimensões confirmam sua origem não humana. “As naves que examinei não possuíam juntas aparentes, nenhuma solda, parafusos ou rebites”, disse Lazar. “As bordas de todos os elementos da espaçonave eram arredondadas e suaves, como se tivessem sido feitas com cera quente submetida a um rápido processo de resfriamento”.

De acordo com seu relato, havia arcos e delicadas cadeiras de somente 30 cm de altura no interior dos veículos espaciais. Sua unidade de propulsão era o que mais lhe intrigava: tinha o tamanho de uma bola de beisebol e irradiava um campo antigravitacional através de uma coluna oca, situada verticalmente no centro da nave. Lazar teve sua curiosidade científica aguçada e passou a procurar informações sobre tudo o que acontecia em S-4. Foi quando teve acesso a um memorando que confirmou suas suspeitas. Nele havia uma quantidade impressionante de informações sobre os UFOs, “inclusive fotografias de autópsias de pequenos seres cinzas com grandes cabeças calvas”, declarou à Revista UFO. “O governo estava escondendo da população fatos da maior gravidade, e tudo aquilo estava sendo feito em Groom Lake, mais precisamente em S-4”, desabafou [Veja edição UFO Especial 09].

ETs Mantidos Cativos

Dentro da rotina de trabalho desenvolvida em Dreamland, era tido como estabelecido que os alienígenas mortos e autopsiados, anteriormente proprietários das naves então alojadas na base, fossem provenientes da estrela Zeta Reticuli. “Mas nem todos tinham morrido nas quedas”, garantia Lazar. De fato, de acordo com ele e outras fontes, algumas naves extraterrestres ficaram apenas levemente avariadas em impactos com o solo, e seus tripulantes não foram mortos. Nestes casos, tanto os veículos quanto os seres precisavam ser isolados e bem cuidados. Não se poderia permitir que tais criaturas ficassem soltas pois sua sobrevivência deveria ser garantida pelo maior período de tempo possível. Foi por isso que se construiu instalações especificas na Área 51 que pudessem receber tais seres, onde viveriam sob eterna supervisão.

Nutricionistas, médicos, fisioterapeutas, comunicólogos, estudiosos e uma infinidade de profissionais de alto padrão foram empregados na manutenção da vida dos extraterrestres, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
Contam algumas fontes que, com o passar do tempo, alguns dos aliens mantidos nesta espécie de cativeiro passaram a comunicar-se com seus, digamos, algozes. “Tais comunicações eram tudo o que o governo queria, pois se tentava extrair o máximo possível de informações dos seres, para fins tecnológicos”, garante Lazar. Assim, aos poucos, alguns aliens passaram a transmitir tecnologia para os cientistas que trabalhavam na Área 51, às vezes até com elevado nível de colaboração entre ambos, especialmente no desenvolvimento de programas específicos. No entanto, num incidente em 1979, a confiança mútua foi desfeita e alguns dos seres teriam se rebelado contra os cientistas e militares com quem trabalhavam, assassinando alguns deles. “Não vi isso acontecer, pois foi antes de trabalhar lá. Mas li isso no memorando a que tive acesso e recomendava que tivéssemos muito cuidado com tudo o que tocássemos lá”, disse Lazar. O cientista, no entanto, confirmou que um dia viu por uma porta entreaberta dois homens com batas brancas olhando para baixo e falando com um pequeno ser que possuía braços compridos...

É certo que todas estas afirmações são difíceis de acreditar. E muita gente atribui aos relatos de Lazar apenas uma fertilíssima imaginação e uma desmedida volúpia por fama e dinheiro. O físico teve muito do primeiro, mas quase nada do segundo, e hoje tem sua reputação e credibilidade colocadas em cheque por muitos ufólogos que não acreditam em sua história. Ainda assim, Lazar está longe de ser descartado – especialmente agora que as fotos da TerraServer confirmam alguns detalhes da localização de prédios, pistas de pouso e outros itens a que ele se referiu desde que decidiu expor publicamente o que alega ter visto na Área 51. Segundo o jornalista de Las Vegas George Knapp, muitos estudiosos examinaram a vida de Lazar e confirmaram suas afirmações. Knapp tem em seu poder uma gravação em vídeo do depoimento de uma testemunha que participava de importantes planos militares, em que afirma que as autoridades não só conhecem e empregam tecnologia alienígena em Dreamland, como mantêm alienígenas em seu poder desde a década de 50.

Ameaças a Testemunhas

“Não é fácil tentar descobrir alguma coisa sobre o que acontece na Área 51”, desabafa o experiente Knapp. “Todas as investigações que realizamos são acompanhadas por militares da base, e nossas tentativas de entrevistar testemunhas que lá trabalharam são completamente frustradas”. Outro jornalista que investigava a área abandonou seu trabalho por ter recebido represálias. Um engenheiro eletrônico que observou um disco voador nos arredores da base e diz-se disposto a fazer uma declaração num programa de tevê desistiu da tentativa assim que percebeu estar sendo seguido por militares. Muitas outras testemunhas dispostas a vir a público foram ameaçadas de forma direta ou indireta. O ufólogo Norio Hayakawa filmou a rápida aparição de um objeto que surgia próximo à Área 51 – “definitivamente não convencional e em hipótese alguma um avião” – mas quando tentou fazer declarações a respeito, foi intimidado por agentes federais.

Ainda assim, filmagens de UFOs nos arredores de Las Vegas e ao norte, próximo a Dreamland, estão longe de serem incomuns. A Revista UFO chegou a lançar, nos anos 80, um vídeo com mais de 120 minutos de filmes de estranhos objetos voadores não identificados registrados nestas condições. Atualmente, o vídeo Segredos que o Governo Oculta [Veja encarte] é o documentário mais completo já produzido sobre a Área 51. No vídeo há gravações que mostram objetos brilhantes se deslocando pelo céu em velocidades surpreendentes, executando manobras impossíveis. Um desses objetos se aproximou de uma equipe de reportagem da rede norte-americana NBC e seus membros ficaram com queimaduras produzidas por algum tipo de radioatividade desconhecida. No filme ainda pode ser vista a imagem de dois supostos discos voadores:
um deles parecendo-se com um reator voando a baixa altitude e, o outro, com uma réplica mal feita de um cesto de lixo. Os objetos seriam máquinas aéreas criadas e manipuladas dentro de programas que fogem à vigilância do Congresso dos Estados Unidos, chamados de black programs ou black operations. “Existem pelo menos oito black programs voando pela Área 51”, afirma o escritor especializado em aeronáutica Jim Goodall.

“Como o caça Stealth, eles são projetos secretos do governo e realizam manobras a impressionantes velocidades e condições, levando muitas pessoas a acreditar que se trata de discos voadores”.
Apesar de todo o alvoroço que foi criado em torno das imagens divulgadas pela TerraServer e as milhares de histórias a respeito de Groom Lake, o Pentágono negou no mês passado que existam projetos secretos ou mesmo discos voadores na área, admitida em comunicado oficial apenas como “uma instalação militar como qualquer outra”. É evidente que, se existem realmente extraterrestres participando de programas militares secretos em Dreamland – ou em qualquer outro lugar dos EUA –, o governo jamais admitiria...

Perguntado por repórteres se havia ou não naves ou qualquer outra coisa alienígena no local, o porta-voz Ken Bacon chegou a insinuar um sorriso e afirmou que tudo não passava de imaginação. Mas foi imediatamente desmentido por um outro ex-funcionário da área, segundo o qual os oficiais saberiam muito bem esconder o que quisessem dos olhos de curiosos. Até mesmo o presidente Bill Clinton, que já foi favorável à liberação de informações sobre UFOs, declarou ao Congresso que vai continuar mantendo em sigilo as atividades da força aérea na base secreta de Groom Lake, por tempo indeterminado.

Instalações Subterrâneas

“A liberação de informações sobre as atividades exercidas em Groom Lake seria extremamente prejudicial à segurança nacional”, declarou Clinton. Mas isso foi antes da TerraServer vir a público com as fotografias que expõem a realidade existente atrás das montanhas do Deserto do Nevada, entre as quais se aloja a maior e mais complexa unidade militar do mundo. Todos os anos o presidente Clinton assina um novo documento em que dá continuidade ao sigilo sobre a Área 51. Isso só ajuda a fomentar a curiosidade e a indignação popular. Ainda assim, mesmo que muitos ufólogos acreditem que o governo norte-americano tenha acesso à tecnologia extraterrestre, suas opiniões sobre o que ocorre em Dreamland podem ser divergentes. O físico canadense Stanton Friedman, correspondente de UFO no Canadá e um dos maiores especialistas no assunto, garante que a área está sendo usada para o desenvolvimento de uma grande variedade de veículos secretos, “como o U-2, o SR-71, o próprio Stealth e provavelmente o Projeto Aurora”. Friedman já esteve no local durante o programa Larry King Live, em outubro de 1994, e disse que “...muitas das instalações da Área 51 são subterrâneas e estão dentro de montanhas. Por isso que os satélites espiões que passam sobre a região nada detectam de significante”. Até este momento.

Para Friedman, por serem subterrâneas, as instalações militares de Dreamland estão bem protegidas contra as armas nucleares inimigas, além da curiosidade dos ufólogos. Ele não acredita nas histórias de Bob Lazar: “Lazar mentiu sobre seu passado e até sobre seu currículo profissional e escolar. Por isso é difícil crer que esteja falando a verdade sobre qualquer coisa. Ainda assim, acredito ser possível que veículos alienígenas estejam sendo guardados no subsolo”.

Já o ufólogo Kevin Randle, autor de The Truth About the UFO Crash at Roswell, acha que não há grandes mistérios na Área 51. “Penso que a Força Aérea esteja realmente fazendo seus testes de aviões secretos, mas não há nada de extraterrestre nisso”. Randle também afirma que as novas imagens da TerraServer não trazem nada inédito. “Não sei o porquê desse alvoroço todo”. Opiniões à parte, o importante é que os ufólogos conseguiram depois de anos de insistência provar a existência de uma base tão secreta, através das novas imagens que surgiram na Internet de forma nunca esperada. É claro, não havia expectativa em ver UFOs estacionados nas pistas de decolagem, ou fazendo manobras sobre a torre de controle da Área 51. Mas as imagens mostram que o governo norte-americano tem informações ultra-secretas que deseja manter longe do alcance do público.

Não seria de se surpreender se agora, após o acontecido, Dreamland fosse aberta para alguma rede de televisão norte-americana ou mesmo para o público. Tudo isso faz parte do jogo de desinformação que se exercita para esconder a verdade. Enquanto isso acontecesse, quem sabe o governo dos EUA já não estaria reestruturando a manutenção do sigilo em torno de uma eventual Área 52?


Pesquisas genéticas atualmente fundamentam – se em diretrizes emanadas pelo Centro de Bioenergia Mundial, com base em Los Alamos. Em todas estas pesquisas COLABORAM CIDADÃOS AMERICANOS, RUSSOS E SUECOS(e que parecem fazer parte da COMISÃO TRILATERAL ou TC) Humanos e EBES aí sabem implantar ovos, previamente manipulados, em fêmeas humanas, ovos retirados de matrizes. Pratica-se aí, pois,o implante de ovos híbridos. Depois de três meses, eles retiram o útero humano e suscitam o crescimento acelerado do feto. A base de Dulce estaria inclusive capacitada a manipular o cérebro da raça humana. Dois projetos em tal base tem preponderância: O PROJETO EDOM, que consiste em dissolver a memória do homem por meios eletrônicos, O PROJETO RHIC, que controla ondas de radio, as quais são enviadas para microchips implantados em seres humanos. Tais dispositivos são introduzidos no cérebro, ou
Pelo nariz ou pelas fossas nasais. O grupo DARPA escolhe os que terão que sofrer os implantes. Os projetos prioritários são elaborados e arrematados por um grupo constituído por 55 cientistas que formam a JASON SCHOLARS. Estes cientistas residem na Baia de Sandia e são chamados “OS DUROS”. Genevieve Vanquelef, na importantíssima revista “ Contact ÓVNI” 23, de 18/7/91, escreve “O ultimo livro Projeto Majestic. Tal livro trata de seres mortos que foram recuperados após o acidente de um óvni.
Baseada em W.Strieber, Genieve Vanquelef dá um resumo dos documentos da autopsia.

Relatório 1:”Data de 19 de julho de 1947 – Primeiros trabalhos concernentes à autopsia de um ser de aparência de um embrião humano. O cadáver media 1,10 m de comprimento e pesava 12,24 quilos. E sua aparência era de um embrião humano, com um crânio grande. As mãos e os pés eram normais. Havia um vestígio de membrana unindo o polegar ao indicador, tanto nas mãos como nos pés. Tinha porem um aspecto totalmente embrionário e não revelava qualquer traço de puberdade ou amadurecimento. As orelhas estavam parcialmente formadas e tinham sofrido um evidente operação cirúrgica “corretiva” . Os lábios não chegaram a se desenvolver totalmente e a boca não continha qualquer dente. O nariz também tinha sido interrompido o seu desenvolvimento e aperfeiçoamento. As cavidades oculares sofreram uma intervenção cirúrgica. Os olhos tinham forma de amêndoa e ocupavam a parte mais importante da face. A íris não estava totalmente desenvolvida e formas lenticularescompletamente artificiais, de natureza desconhecida, tinham sido suturadas naquilo que podia ter sido a íris e a esclerótica. Os órgãos genitais internos confirmaram tratar-se de um ser masculino, totalmente imaturo ou bloqueado em seu desenvolvimento. Quando o coração foi aberto, constatou-se que ele possuía comunicação direta entre as duas válvulas, graças a uma perfuração oval. A válvula de Eustáquio parecia bem grande. A artéria que desde ai surgia comunicava-se com a artéria pulmonar e com a orta descendente. Esse ducto abria-se no orta justamente junto ao surgimento da artéria subclavicular direta. As alterações da estrutura do sistema circulatório sugerem que esse corpo foi transformado de modo proposital por ter sido deslocado da placenta, artificial e precocemente.