Google+ Badge

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

VIMANAS 2


Talves daí tenham vindo as informações cientificas de que tanto necessitavam. De acordo com o Dronaparva, e parte do Mahabarata e do Ramayana, um dos vimanas descritos tinha formato de uma esfera e voava a grande velocidade, impulsionado por um vento poderoso gerado pelo mercúrio. Desta forma, ele se movia como um Ufo, de cima para baixo, para trás e para frente, conforme o desejo do piloto. Segundo outra fonte indiana, o Samar, os vimanas eram maquinas de ferro, compactas e lisas, com um jato de mercúrio que saia rugindo da parte de trás, na forma de uma chama. Outro trabalho chamado Samaranganasutradhara descreve como os veículos eram construídos.É possível que o mercúrio tivesse realmente algo a ver com a propulsão, ou mais provavelmente com o sistema de orientção.Instrumentos de navegação –Curiosamente, cientistas soviéticos encontraram o que chamaram de [antigos instrumentos de navegação de veículos cósmicos]em cavernas do Turkestão e do deserto de Goby. Tais dispositivos seriam objetos de vidro ou poorcelana hemisféricos, terminando em um cone com uma gorta de mercúrio dentro. Os hindus antigos, presumivelmente devem ter voado pelos céus nesses veículos atravessando toda Ásia até Atlântida, chegando até mesmo na América do Sul. Um manuscrito achado em MOHENJO –DARO, no Paquistão –uma das sete cidades de Rishi do Império de Rama -, e ainda indecifrado, é semelhante a um outro achado na Ilha da Páscoa, há milhares de quilômetros de distancia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI