Google+ Badge

sábado, 26 de janeiro de 2008

QUEM INVENTOU O CASAMENTO?


A Cerimônia e o ritual do casamento surgiu a principio na Roma Antiga mas sua origem  é  muito anterior ao Império Romano.  





O Casamento teve início devido a necessidade de preservar-se uma estrutura patriarcal para propósito de herança e sucessão. Quando o "deus pai" assumiu o poder, ele fez do parentesco uma "lei" e punia mulheres que tinham filhos fora da estabelecida tradição do casamento.

Sirius sendo a mais brilhante estrela no céu, teve seus movimentos como base do Sagrado Calendário dos egípcios. Também já foi dito, por vários pesquisadores, que a Grande Pirâmide foi construída para sincronizar-se com Sirius, e desta maneira a estrela poderia brilhar através a galeria da Câmara da Rainha em um preciso momento.Escritos indicam que a luz, brilhando através desta galeria, era o meio para conferir (ou comunicar) a luz estelar de Sirius a um iniciado durante específicos rituais. Os sirianos colonizaram Marte mediante sua permissão. Ele também é identificado com Set ou Seth. A razão dos sirianos colonizarem Marte foi porque o planeta estava, naqueles tempos imemoriais, nas mais preferíveis condições atmosféricas condizentes a uma civilização. No "Projeto Montauk", foram os sirianos que providenciaram a "cadeira Montauk" usada para os experimentos da época. Foi um tal Frater X quem esteve envolvido em negociações para obter a "cadeira". Ele também afirmou a habilidade de Crowley em manipular o tempo e foi o primeiro a sugerir que os projetos "Philadelphia" e "Montauk" eram ambos efeitos resultantes da "Magik" de Crowley.Os antigos "Assirius" (Sirius) e Fenícios (Phoenix) derivaram seus nomes desta herança. Crowley identificou a Ordem da Estrela de Prata com a Ordem dos Illuminati. Como era considerado o Cabeça dos Illuminati, as correspondências vão mais fundo. O Coração de sua Corrente Mágica inspirou-se em Sirius e existem muitas tradições a serem abordadas. Na Tradição Oculta, Sirius é o Deus Oculto ou "o Sol por detrás do sol". Como a Lua reflete o Sol, assim também o Sol reflete Sírius, no sentido espiritual.No livro de Zecharias Sitchin, "O Décimo Segundo Planeta", ele documenta fortemente que a Terra tem sido visitada por extraterrestres desde tempos imemoriais. Este trabalho traça atividades na Antiga Suméria.Geralmente identificada como a "Deusa Gata", Bast é uma das mais antigas formas de BABALON, a Deusa Mãe. Bast é retratada como uma gata ou uma leoa. Como deusa da magia sexual, ela reina sobre a luxuria e o calor sexual. Bast é prontamente identificada como a Besta porque "presidia" sobre experiências sexuais dos Atlantes (e mais tarde Egípcios).

A palavra "BASTARDO" derivou-se da "Caixa de Pandora (vagina), que abriu-se com a irrestrita prática da procriação que era comum durante seu reinado. Durante o reino da Deusa, a paternidade não era um problema. O Casamento teve início devido a necessidade de preservar-se uma estrutura patriarcal para propósito de herança e sucessão. Quando o "deus pai" assumiu o poder, ele fez do parentesco uma "lei" e punia mulheres que tinham filhos fora da estabelecida tradição do casamento. Isto não é tanto uma lei moral como um poder estabelecido.É conhecido que na cultura das Amazonas, ela eram hábeis em parir sem o uso do macho. Porque o corpo humano é primariamente andrógino, um separação dos sexos não é teoricamente necessária para procriação. Esta alegação a respeito das Amazonas está apoiada pelo fato que a "zona pellucida" (o corpo reprodutivo na mulher que contem um (recipiente) pode ser penetrada por uma latente proteína masculina herdada pela estrutura genética da mulher, a qual o corpo toma como esperma. Isto resulta num nascimento virginal.Seja isto verdade ou não, este não é o ponto. A cultura das Amazonas e as culturas da "deusa mulher" naqueles períodos de tempo foram suplantadas por uma cultura patriarcal, que tentou subjugar a mulher às mais intoleráveis condições. As forças masculinas venceram. "Moralidade" foi então gerada pelo poder elitista desta particular civilização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI