Google+ Badge

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

ALIENS, TERCEIRO REICH, NEU-SCHWABENLAND........

















































Bases Nazistas na Antártica

Agora iremos examinar as várias afirmações de bases nazistas na ANTÁRTICA, que dissemos pode muito bem Ter sido o ponto de origem da nave 'NAZISTA-GREY' que BARNEY e BETTY HILL encontraram durante a experiência deles de abdução. Os fatos históricos são evidentes. No início de 1938, antes da SEGUNDA GUERRA MUNDIAL, os nazistas começaram a enviar inúmeras missões exploratórias para a região de QUEEN MAUD na ANTÁRTICA. E uma grande corrente de expedições foram também enviadas pela "supremacia branca" da ÁFRICA DO SUL. Mais de 230.000 milhas quadradas do continente gelado foram mapeados por via aérea e os alemães descobriram grandes regiões surpreendentemente livres de gelo, bem como lagos de águas quentes e cavernas internas. Uma ampla caverna de gelo dentro de um glacial foi relatada como tendo 30 milhas e indo para um lago geotérmico de águas quentes profundo abaixo. Várias equipes científicas foram transferidas para aquela área, inclusive caçadores, armadilheiros, coletores e zoólogos, botânicos, agrônomos, microbiologistas, parasitologistas, biologistas marinhos, ornitologistas e muitos outros. Numerosas divisões do governo alemão estiveram envolvidas neste projeto super secreto. É aqui que a corrente da história se perde e somente os ousados historiadores que revêem esta história ousam considerar suas implicações...

Depois de todos os dados reunidos, os grupos de construção subterrâneas vieram para esta denominada "NEU-SCHWABENLAND". Eles vieram em navios cargueiros, navios de transporte militar e submarinos. Os navios cargueiros vieram da ÁFRICA DO SUL e eram protegidos por grupos de submarinos assassinos e navios militares. Isto pode explicar os intensos esforços militares nazistas na ÁFRICA DO NORTE e do SUL. Qualquer navio que por acaso chegasse perto das rotas de navio da ÁFRICA DO SUL para a ANTÁRTICA eram destruídos por U-BOATS alemães para protegerem o segredo. Depois que todas as mercadorias foram levadas, os VIPs e os cientistas começaram a contar com os suportes do ULTRA, uma equipe nazista SS altamente especializada como o nosso MJ-12. ULTRA sempre tem mantido o controle da ANTÁRTICA. ULTRA é o nome de uma agência interface alien secreta dentro do NSA. Lembre-se que o NSA tem ligações com os SS NAZISTAS e com a base de DULCE. Segundo o contatado ALEX COLLIER, os membros de nível superior do grupo do NSA-ULTRA são réplicas clonadas ou pesadamente implantados, verdadeiros CYBORGS virtuais que podem, ser considerados muito pouco humanos - autômatos que são remotamente controlados pelo ego ou grupo mental dos Greys'. É também digno de nota que o ULTRA é também o nome da base altamente super secreta CIA-NSA-ALIEN sob o platô ARCHULETA e o pico a nordeste de DULCE, NOVO MÉXICO. Isto também pode explicar a insistência de VALDAMAR VALERIAN de que os velhos recortes de jornais exatamente antes de começar a SEGUNDA GUERRA MUNDIAL dizem que alemães estavam por toda a parte do NOVO MÉXICO explorando cavernas e minas, comprando propriedades e se engajando em todo tipo de atividades misteriosas. Será que é a ANTÁRTICA a fonte de todo o poder por trás do cenário da NEW WORLD ORDER? Se as bases nazistas ainda existem na ANTÁRTICA então sem dúvida seriam o contato secreto com os cultos bavarianos que tem patrocinado e eram parte integrante do partido nazista, como por exemplo a SOCIEDADE THULE BAVARIANA.

É interessante que o Leste reunificado e a Alemanha Ocidental estejam percorrendo o caminho pela unificação da Europa. Por exemplo, todos os códigos de barra devem ser processados pela ALEMANHA, E a ALEMANHA está tentando impor forçadas e nepotistas restrições de carreira onde a carreira de alguém seja determinada pela família na qual nasceu, uma agência britânica de notícias falou de investigações do serviço secreto bavaro que estava contrabandeando armas de grade de plutônio para dentro da ALEMANHA vindas de uma operação de mercado negro que eles estabeleceram nos antigos estados soviéticos, Illuminati tem sua base na ALEMANHA [Bavária], e a ALEMANHA tem sido o país mais ativo na busca do controle e censura da INTERNET. Em outras palavras, a Democracia parece estar vivendo uma dolorosa morte na ALEMANHA, se é que algum dia existiu por lá. Em NEU SCHWABENLAND, a construção e os projetos secretos na ANTÁRTICA continuaram por todo o período da guerra.

Justamente antes do fim da SEGUNDA GUERRA MUNDIAL, dois U-BOATS de provisões, U-530 e U-977, saíram de um porto no MAR BÁLTICO. Relata-se que eles transportavam membros da equipe de pesquisas de discos anti-gravidade e equipes de desenvolvimento [ULTRA], e os últimos dos componentes mais vitais do disco [a maioria desta tecnologia teria sido transportada para a base durante o curso da guerra]. Também se incluíam anotações e desenhos dos mais recentes esquemas de discos aéreos, e os desenhos de gigantescos complexos subterrâneos e acomodações de moradia baseados nas notáveis fábricas subterrâneas de NORDHAUSEN nas montanhas HARZ. Este dois U-BOATS obedientemente alcançaram as costas da nova terra de NEU-SCHWABENLAND onde descarregaram completamente. Quando chegaram, vários meses mais tarde, na ARGENTINA, sua tripulação foi capturada. Parece que ou eles estavam contando com a boa vontade de seus antigos simpatizantes argentinos ou então intencionalmente se permitiram serem descobertos com propósitos de desinformação, isto é, "estávamos em fuga, mas vocês nos pegaram... agora, de fato, a guerra terminou..."

A tripulação destes U-BOATS com certeza foi interrogada pelos agentes da Inteligência americana que tinham suspeitado da existência da base ANTÁRTICA. Seja o que for que a tripulação nazista tenha dito a eles, eles não ficaram convencidos... especialmente se considerarmos as malfadadas ações da marinha americana contra o "último batalhão nazista na ANTÁRTICA" alguns anos depois, sob o comando do Almirante RICHARD E. BYRD, que chegou na ANTÁRTICA com uma armada completa e provisões para durarem seis meses. Entretanto, a expedição inteira durou apenas oito semanas, com apenas três semanas de operações em escala completa na ANTÁRTICA.

Os ANTARTICANOS estavam desesperados acompanhando a guerra e sabiam que o confronto era eminente. A maior parte dos esforços foi empregada no desenvolvimento de novos projetos secretos de armas para defender seu novo império subterrâneo, que sem dúvida foi construído com a ajuda de um incalculável número de trabalhadores escravos transportados do campo de concentração da EUROPA.

A maior cidade base da ANTÁRTICA ficou conhecida como NEW BERLIN, ou pelo codinome de "Base-211".

O início do interesse alemão nas regiões polares pode datar de muito antes das expedições polares da marinha americana. Por exemplo, um artigo da NOVA relatou que os restos do CAP. CHARLES HALL da malfadada expedição POLARIS, uma das primeiras incursões americanas no Pólo Norte, foram descobertos em um túmulo de gelo por uma expedição polar subsequente. Parque estava em condição perfeita para administrar o veneno] e o primeiro acompanhante da expedição POLARIS eram espiões ocultistas alemães! Lembre-se que as sociedades secretas alemães da BAVÁRIA, que colaboraram para precipitarem as PRIMEIRA E SEGUNDA GUERRAS MUNDIAIS, datam de tempos muito antigos - a seguir a ocupação do EGITO - as forças militares do "SAGRADO IMPÉRIO ROMANO" baseadas na ALEMANHA, tiveram assento no governo do HO.R.E, e trouxeram de volta do EGITO os cultos serpentinos de gnose negra que mais tarde deram origem aos BAVARIAN ILLUMINATI, a SOCIEDADE BAVARIANA THULE e várias outras muito menor conhecidas, mas também cultos satânicos racistas que gravitavam ao redor daqueles. Poderiam estes espiões ocultistas que sabotaram a POLARIS estarem tentando proteger um segredo profundamente escondido nas regiões polares? Poderia este segredo Ter alguma relação com a velha colaboração entre os cultos satânicos bavarianos e os aliens reptilianos??

Um pesquisador polar alemão que identificaremos apenas como 'STEFAN' revela que o início histórico do interesse alemão e da sua pesquisa na região da ANTÁRTICA e do Pólo Sul começou em 1873 quando SIR EDUARD DALLMAN no cumprimento de seu dever para com a recentemente fundada SOCIEDADE ALEMÃ DE PESQUISA POLAR descobriu novas rotas ANTÁRTICAS com seu barco 'GRONLAND'.



"...DALLMAN descobriu o "KAISER-WILHELM-INSELN" na entrada oeste de BISKMARKSTRASSE ao longo das Ilhas BISCOUE. Explorando as regiões polares, os alemães a este ponto já foram de fato inovadores, e o 'GRONLAND' foi o primeiro navio a verdadeiramente ver o gelo da ANTÁRTICA.

"Nos próximos 60 anos, mais duas expedições ocorreriam, e as duas expedições completarem integralmente suas missões, uma em 1910 sob o comando de WILHEM FILCHNER com seu barco 'DEUTSCHLAND'; e outra em 1925 com o navio especialmente construído para expedição polar, o 'METEOR' sob o comando do Dr. ALBERT MERZ. "Durante poucos anos antes da SEGUNDA GUERRA MUNDIAL os alemães reclamaram hegemonia sobre partes da ANTÁRTICA e o desejo de possuírem sua própria base cresceu fortemente. Naquele tempo a ANTÁRTICA não estava protegida por tratados internacionais como hoje, e uma prova pragmática da afirmação alemã por uma única "bandeira" no Pólo Sul nas vésperas da guerra parece ser a melhor opção. O próprio HITLER se mostrava ansioso por um "finca pé" na ANTÁRTICA e esta afirmação pode ser usada muito bem pela propaganda nacional-socialista e pela demonstração do crescente "super poder alemão". Por outro lado, uma nova provocação dos aliados ainda foi evitada por algum tempo. A ALEMANHA, naquele tempo, não estava ainda completamente preparada para a guerra.

"Como matéria de fato, a idéia de uma expedição semi civil em cooperação com uma linha aérea nacional, a 'LUFTHANSA' cresceu. Uma encoberta expedição civil com um fundo verdadeiramente militar e estratégico, uma carga altamente política equilibrava este ato. O comando foi dado ao experiente conhecedor polar, o Capitão ALFRED RITSCHER, que já tinha liderado algumas expedições ao Pólo Norte e demostrado coragem e ajuizamento em situações críticas. O veículo selecionado foi o 'MS SCHWABENLAND, um porta aviões alemão usado desde 1934 para abastecimento transatlântico para barcos de guerra especiais, os famosos 'Dornier Wale'. Estas 'baleias' eram montadas em catapultas de corrente no deck do navio e desta forma podiam ser facilmente abastecidas. Esta circunstância deveria se comprovar muito boa durante a expedição.

"O 'SCHWABENLAND' foi preparado para esta expedição nos estaleiros de HAMBURGO, pelo enorme custo de 1 milhão de marcos alemães, verdadeiramente um terço de todo o orçamento destinado a expedição. "Enquanto isto, a tripulação foi preparada e instruída precisamente pela SOCIEDADE ALEMÃ DE PESQUISA POLAR. Esta sociedade também deu o passo sensacional de convidar RICHARD E. BYRD, o mais famoso pesquisador americano sobre a ANTÁRTICA. Em meados de novembro de 1938 ele chegou a HAMBURGO e foi apresentado a tripulação e um publico claramente selecionado de 84 pessoas e a eles apresentou seu filme documentário sobre a ANTÁRTICA no URANIA em HAMBURGO. RICHARD E. BYRD, como o primeiro humano que tinha sobrevoado o Polo Sul em 1929, naquele tempo já era uma lenda viva, um herói nacional para os americanos e a maioria dos pesquisadores polares. Seu convite pelos alemães pode Ter sido uma típica ironia da história porque aproximadamente dez nos mais tarde exatamente ele, RICHARD E. BYRD - já então no posto de ALMIRANTE DA MARINHA AMERICANA - recebeu instruções para destruir a base secreta alemã na ANTÁRTICA, a 211. Para cumprir esta missão, ele recebeu o comando da maior força militar no gelo ANTÁRTICO jamais vista, com 13 navios e aproximadamente 4.000 homens. Esta operação misteriosa dizem que acabou numa falha catastrófica.

"O 'NEUSCHWABENLAND' deixou o porto de HAMBURGO em 17 de dezembro de 1938 e se dirigiu para a ANTÁRTICA numa rota precisamente planejada e alcançou o gelo em 19 de janeiro de 1939 em 4° 15´ W e 69° 10´S. Nas semanas seguintes 15 vôos de 'PASSAT' e 'BOREAS' voaram através de 600.000 km quadrados e realizaram com as câmeras especialmente desenhadas, as "ZEISS REIHENMESSBILDKAMERAS RMK 38" mais de 11.000 imagens da área. Os velhos mapas noruegueses de 1931 destas áreas foram renovados e provaram serem falsos. [não podia ser diferente porque as expedições norueguesas nunca foram tão profundamente no gelo a partir do ponto de parada usado pelos noruegueses]. Aproximadamente um quinto de toda a área da ANTÁRTICA foi escaneado desta maneira e portanto pela primeira vez documentado e simultaneamente reclamado como território alemão. Para que fosse reforçada esta afirmação, dois aviões espalharam vários milhares de "paraquedas bandeiras", com pólos especiais de metal com as insígnias da expedição neles, a suástica. Todo o território recebeu então um nome válido: 'NEUSCHWABENLAND', que se refere a uma região sul na Alemanha [que atualmente não está muito longe de mim aqui].

"Interessantemente, a expedição pareceu ter descoberto áreas livres de gelo com até mesmo lagos e pequenos sinais de vegetação no meio da ANTÁRTICA. Os geólogos dizem que este fenômeno é devido a fontes quentes no solo. Simultaneamente, os pontos de pouso foram marcados com marcos com bandeiras.

"Notas: Muitos historiadores mais novos reduzem a área descoberta para 325.000 km quadrados. Não confie nestes números; tenho aqui comigo cópias dos mapas originais de vôo e eles revelam o número exato de 600.000 em letras antigas. Qual seria a razão para que reduzissem estes números?

"A maioria das partes de 'NEUSCHWABENLAND' foram renomeadas segundo o TRATADO ANTÁRTICO de 1957. Olhe para "QUEEN MAUD LAND"., "PRINCESS MARTHA COAST", "PRINCESS ASTRID COAST". Nos mapas mais velhos você ainda encontrará os nomes originais. Ainda que até hoje em dia muitas das montanhas fa área norte da ANTÁRTICA tenham nomes alemães como: "M_HLIG-HOFFMAN-MOUNTAINS", "WOHLTAT-MOUNTAINS", etc. Estes nomes foram dados segundo a liderança dos burocratas de BERLIM que os capacitava com sua política de alvos das expedições.

"Em meados de fevereiro, o 'SCHWABENLAND' novamente deixou a ANTÁRTICA. Demorou dois meses para retornar a HAMBURGO e RITSCHER usou cuidadosamente este tempo para organizar os resultados, os mapas e as fotos. O Capitão RITSCHER se surpreendeu com os resultados dos vôos e planejou para imediatamente depois do retorno uma expedição completamente civil que usasse aeroplanos mais leves, com esquis. Diante do início da SEGUNDA GUERRA MUNDIAL estes planos civis foram suspensos em algum ponto de outubro de 1939.

"Qual terá sido a opção militar e estratégica alcançada neste intento? Porque gastar tantos recursos? Hoje todos os pesquisadores concordam que a SEGUNDA GUERRA MUNDIAL não foi acidentalmente iniciada mas muito bem planejada desde o início dos anos 30 e até mesmo antes. No mínimo, desde 1933, (casualmente o mesmo ano quando os primeiros tratados entre os GREYS e a inteligência bavariana foram iniciados - sem dúvida com muito mais que uma pequena ajuda das sociedades secretas que lá operavam - BRANTON) a inteira ditadura alemã tentou ganhar a plena capacidade de guerra em dez anos ou menos. Em todos os aspectos da vida: ,militar, civil, econômico, social, privado, de fontes de recursos, engenharia, política estrangeira e assim por diante, em todos os aspectos os alemães se colocavam na frente em seu caminho mais ou menos óbvio para a guerra. Apontando para este objetivo único, os nacionais socialistas abusaram da típica maneira correta alemã e perderam o senso de como contornarem a rebeldia. Mas nada foi deixado ao acaso! Este mesmo método foi usado para a matéria ANTÁRTICA, que a meu ver nunca terminou com o retorno de RITSCHER em 1939 mas continuou durante a SEGUNDA GUERRA MUNDIAL.

"Infelizmente, a este ponto, toda a informação válida desaparece. O que se encontra é um fragmentado quebra cabeças de pistas, testemunhos e relatos que continuam nos anos 50 e que parcialmente nunca mais poderemos verificar. Se de fato os alemães foram capazes de construir esta base na ANTÁRTICA [subterrânea] a partir dos resultados da expedição de RITSCHER, este seria um dos segredos mais bem guardados da história alemã. Não resta a menor dúvida que os engenheiros alemães tinham o conhecimento para construir algo como isto como os enormes estabelecimentos subterrâneos do complexo de NORDHAUSEN em HARZ bem como o complexo de KAHLA na THUUMLRINGEN e muitas outras provas. E isto está lembrando, a vocês americanos, outras coisas? O padrão de certa forma é o mesmo: Um governo mentiroso/ditadura e pessoas ameaçadas ou "cegas, de tapa olhos" capazes de obedecer e acreditar em tudo que lhe empurram goela abaixo......[veja ROSWELL]. "E isto é o que tínhamos a dizer nesta Parte II ... uma tentativa de cronologicamente reestruturar estas partes do quebra cabeças do que pudemos reunir em meses de pesquisa sobre este tópico.



Ninguém pode dizer o que a seguir realmente aconteceu, e assim você pode ver isto como simples especulação a partir daqui. Mais temos tremendos paralelos em várias fontes das quais só podemos afirmar com 100% de certeza: ELAS JAMAIS CONHECERAM UMAS ÀS OUTRAS. "Agora o que se segue é a tentativa de uma coleção cronológica de eventos e sua conclusão:

10 comentários:

  1. ...QUE COBIÇA QUE NADA!...A UNICA COBIÇA ALIENS É O MONITORAMENTO DO TERRAQUEO,NADA ALEM DISSO!...O RESTO É INVENCIONICE!...CREIAM!...MAQUITUBE!

    ResponderExcluir
  2. EU DISCORDO.... aCHO QUE ELES TEEM INTERESSES MESMO, POIS SUA SUPERFICIES NATAIS, NAO SAO AGRADÁVEIS COMO A NOSSA, ENTAO ELES PROCURA AKI ALGO QUE POSSA DAR A ELES TAL AGRADÁVEL CLIMA E CONDIÇÃO.

    ResponderExcluir
  3. quanta agressividade dos colegas que postaram aqui....

    ResponderExcluir
  4. Eu acredito que estamos sendo visitados por aliens... mas é preciso saber o que está se escrevendo... por exemplo...

    "Já está provado que os nossos Pólos possuem profundas aberturas - muito possivelmente artificiais - de onde, aliás, intensamente se movimentam os famosos e enigmáticos UFOs."

    Não existe prova nenhuma disso... alias está provado que isto não existe... é preciso tomar cuidado com o que se escreve

    ResponderExcluir
  5. eu acredito piamente em vida extraterrestre. O que me intriga em certas fotos, é que dependendo da época em que são tiradas, os discos, que são de tecnologia mais desenvolvidas, acompanham a tecnologia terraquea, explico, a foto em referência mostra um disco voador não compatível com a época de hoje, parece uma carroça voadora, enquanto não deveria, pois já eram desenvolvidos o suficiente.Acompanham a idéia humana do que seriam, ou é coisa do próprio homem?

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Claro que parecem carroças, os discos foram fabricados pelos cientistas e eng. nazis, o objetivo era fazer um objeto com propulsão e dinâmica dos ovnis, mas como nehum humano é perfeito ficou essa lata velha, mas funcionava. hehe!

    ResponderExcluir
  8. Baixem da Internet o sensacional filme Discos Voadores Reais, 160 MB, do Discovery Channel.
    Lá tem o básico sobre a coisa e é TUDO verdade mesmo. Pesquiso Ovnis há
    20 anos e não havia assistido um documentário tão bom.
    Está no discoverychanneldownload.blogspot.com
    Outro site animal é o greyfalcon.us, tem toda a história e fotos dos discos alemães. Até uma foto do Hitler raposa velha já com uns 70 anos escondido na Argentina. Ele fujiu para lá e morava num hotel com a Eva Braun!
    Se os alemães daquela época fabricavam umas motos animais, com um design fantástico até para o século XXI, e um carro como o Mercedes W125 que chegava aos 450 km por hora em 1938 - parecia o Match 5 do Speed Racer - muito lógico que fabricassem algum tipo de disco voador também. O documentário do Discovery mostra alguns fatos.
    Interessante.

    ResponderExcluir
  9. pois é...o assunto "alien" é só para encobrir o veio principal..Viktor Schauberger revolucionou a ciência com essas loucuras de eletromagnetismo e tal..área 51 a mesma coisa..não tem nada de alien..é só para encobrir o Aurora Project..tudo está baseado na tecnologia Vril..Haunebu foi a mais fantástica nave já fabricada..tudo o q falam não é verdade,mas o fundamento principal é..e está desenvolvida em 3 partes do planeta..EUA,Rússia e Neu Schwabenland(Antartida). O que se ve de diferente voando pelos céus são as naves do projeto Aurora e Haunebus,com incríveis autonomias e velocidades..estou falando de mach 10..esse "raptor" f 22 e tal..stealths(copiada descarada dos jatos alemães de 1944) são verdadeiras carroças...só não vê quem não quer ver..basta pesquisar naves como komet,salamander,sturmvogel,natter..para ver o que viria..o pior de perder uma guerra é não poder contar a história.melhor assim..a vanguarda está intacta!

    ResponderExcluir
  10. e mais uma que vamos descobrindo na internet, por isto que gosto de visitar websites excelente como este..valeu...fuiiii

    ResponderExcluir

COMENTE AQUI